terça-feira, 16 de agosto de 2022

Notícias

In:

Chapecoense faz 3 a 1 no Sampaio Corrêa e celebra 1ª vitória em casa na Série B

A Chapecoense venceu a primeira partida em casa nesta Série B do Campeonato Brasileiro e de quebra acabou com a sequência de duas derrotas seguidas. O time catarinense findou com jejum na Arena Condá nesta sexta-feira à noite, na abertura da 16ª rodada ao bater o Sampaio Corrêa por 3 a 1.

O time catarinense tinha empatado duas vezes – com Ituano e Vasco – e havia sofrido quatro derrotas – Cruzeiro, Sport, Criciúma e CRB – diante de seus torcedores. A primeira vitória diante da torcida fez o time se distanciar momentaneamente do Z-4. Com 18 pontos é o 13º colocado. O Sampaio Corrêa continua sem vencer fora de casa e com 19 pontos é o 10º colocado.

Na próxima terça-feira, a Chapecoense joga novamente em casa, em jogo adiado da 10ª rodada, contra o Londrina. Depois, joga no próximo sábado (9), quando, já na 17ª rodada, enfrenta o Tombense-MG como visitante. O Sampaio Corrêa joga no mesmo dia diante do Ituano, no estádio Castelão, em São Luis (MA).

A Chapecoense iniciou pressionando e logo aos dois minutos, Orejuela chegou pela direita e bateu cruzado para a boa defesa de Gabriel Batista. Após os dez minutos, o Sampaio Corrêa melhorou e apostando em jogadas pelo lado direito começou a chegar ao gol de Vagner.

Aos dez, Ygor Catatau cabeceou sozinho e levou perigo. Aos 15, Mateusinho levantou da direita e Gabriel Poveda mandou de peixinho, triscando a trave do goleiro da Chapecoense. O visitante teve ainda mais uma chance aos 40 minutos, com Pionteck chutando forte e a bola passando perto.

Apesar de ter sido dominada no primeiro tempo, a Chapecoense quase abriu o placar no final, quando Matheus Bianqui, em jogada individual, chutou forte e arrancou uma boa defesa de Gabriel Batista.

Se faltaram gols no primeiro tempo, a etapa final começou com a rede balançando. Em contra-ataque veloz da Chapecoense logo no primeiro minuto, Orejuela cruzou pela direita, Lucas Hipólito foi tirar e acabou desviando ao gol, marcando contra.

Orejuela autor do cruzamento do gol era a principal arma ofensiva do time da casa. Aos 19 minutos, após cruzamento dele e desvio de Éderson, Matheus Bianqui se jogou na bola para acertar o travessão do Sampaio Corrêa. Com Rafael Costa de cabeça, aos 25, o Sampaio Corrêa criou sua primeira chance real de gol no segundo tempo.

O time da casa fez o segundo gol aos 34 minutos, com Lima acertando um chute de fora da área e marcando um golaço. Quando todos pensavam que o time catarinense tinha sacramentado a vitória, o Sampaio diminuiu, aos 39 minutos, com Ygor Catatau, de cabeça, após escanteio pela direita.

Os últimos minutos foram de pressão maranhense, mas num contragolpe, aos 48 minutos, Marcelo Santos fez o terceiro gol. Ele entrou pelo lado direito dividindo com a defesa e apareceu para deslocar do goleiro.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 3 X 1 SAMPAIO CORRÊA

CHAPECOENSE – Vagner; Frazan (Ronei), Léo, Victor Ramos e Fernando; Matheus Bianqui (Claudinho), Marcelo Freitas, Lima e Tiago Real (Marcelo Santos); Éderson (Derek) e Orejuela (Luizinho). Técnico: Gilson Kleina.

SAMPAIO CORRÊA – Gabriel Batista; Mateusinho (Renatinho), Allan Godoi, Nilson Júnior e Lucas Hipólito (Pará); Ferreira (Eloir), André Luiz e Rafael Vila (Maurício); Gabriel Poveda, Pionteck (Rafael Costa) e Ygor Catatau. Técnico: Léo Condé.

GOLS – Lucas Hipólito (contra) a um, Lima, aos 34, Ygor Catatau, aos 39 e Marcelo Santos, aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Vinícius Gonçalves Dias Araujo (SP).

CARTÕES AMARELOS – Tiago Real e Matheus Bianqui(Chapecoense) e Allan Godoi e Rafael Vila (Sampaio Corrêa).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).

Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *