quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Notícias

In:

Gazeta pede recuperação judicial e leilão é suspenso

Por Redação - com Jornal Extra

O ex-presidente e senador Fernando Collor

A organização Arnon de Mello (OAM), mais conhecida como Grupo Gazeta, ingressou ontem com ação de recuperação judicial. Ao total, nove empresas fazem parte do grupo pertencente à família do ex-presidente e senador por Alagoas, Fernando Collor (Pros).

Segundo os autos do processo, o valor da ação é de R$ 223.8 milhões e a análise do pedido está nas mãos do juiz Erick Costa de Oliveira Filho, da 10ª Vara Cível da Capital – Foro de Maceió.

O pedido de recuperação judicial chegou ao Judiciário na quarta-feira, 28, dois dias antes da segunda praça do leilão dos empreendimentos da organização, medida determinada pela Justiça Federal.

A decisão do magistrado se o grupo entra ou não em recuperação deve sair até o dia 19 de setembro. Até lá, a venda dos prédios das empresas de Collor esta suspensa.

“Em se tratando de leilão que culminará na retirada de bens imóveis essenciais ao desenvolvimento das empresas recuperadas, já que os mesmos funcionam como sede das empresas, isso inviabilizará que continuem funcionando”, justificou o juiz.

 

Fazem parte da OAM, as empresas:

 

Rádio Gazeta Alagoas

LTDA; TV Gazeta de Alagoas

LTDA; Rádio Clube de Alagoas

LTDA, Gráfica e Editora Gazeta de Alagoas LTDA; Gazeta de Alagoas

LTDA; Gazeta de Alagoas On Line

LTDA; TV Mar LTDA; OAM Publicidade, Consultoria; Organização de Eventos LTDA; e a Organização Arnon de Mello Assessoria e a ADM Empresarial LTDA.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com