terça-feira, 23 de julho de 2019

Notícias

In:

Estudantes de Direito da faculdade FAMA acompanham sessão da Câmara Criminal

Por Redação com TJ/AL

Estudantes do curso de Direito da Faculdade de Maceió (Fama) puderam ver na prática como funciona uma sessão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) na manhã desta quarta-feira (17). Na ocasião, os desembargadores destacaram a importância de aliar o conhecimento acadêmico à prática profissional para estes alunos.

O presidente da Câmara Criminal, o desembargador João Luiz Azevedo Lessa, e o desembargador José Carlos Malta Marques explicaram sobre suas funções no órgão, as demandas recebidas e julgadas, além de falar das ações promovidas para dar celeridade ao andamento dos processos.

Felipe Rosa, assessor do gabinete do desembargador José Carlos Malta Marques e professor das disciplinas de prática e processo penal da faculdade, destacou a importância de esclarecer aos alunos as dúvidas que surgem nas aulas com relação à prática jurídica.

“Tendo em vista essa necessidade, eu os trouxe para assistir à sessão, porque muitas vezes eu falo sobre remissão a Julgamento, Tribunal de Justiça, desembargador e talvez eles fiquem imaginado outra coisa. Então, a partir do momento que eu falar sobre esses assuntos, remeterão ao que viram hoje. Eu queria que eles tivessem essa aproximação e experiência para ter as impressões que eles julgarem mais pertinentes”, considerou.

Jéssica Florência, estudante do 10º período e estagiária da 11ª Vara Criminal da Capital, avalia a oportunidade de participar de uma sessão da Câmara Criminal como um fator diferencial para a sua atividade acadêmica e profissional.

“É uma nova perspectiva do Judiciário. E como eu pretendo atuar na área, principalmente na área penal, é importante conhecer todos os caminhos que perfaz a Justiça, além de contribuir de forma essencial para nossa carreira acadêmica e profissional. Eu tenho certeza que quando eu for atuar, isso vai ser um diferencial enorme”, disse a estudante.

O desembargador João Luiz Lessa também considerou que o TJ/AL cumpre seu papel ao abrir às portas para que estudantes tenham essa prática e conhecimento. Já o procurador de Justiça  Antônio Arecipo, do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), aproveitou a ocasião para falar um pouco de sua carreira acadêmica e profissional, e destacar aos estudantes a importância da prática durante os estudos na faculdade.

Também estiveram presentes na sessão as professoras Karin Marques e Thálita Baêta, do Núcleo de Práticas Jurídicas da Fama.

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com