segunda-feira, 04 de julho de 2022

Notícias

In:

Pessoas de caráter admirável

Por Rostand Lanverly

Jesualdo é daquelas figuras que apesar de adepto à loucuras, sabe como cativar o próximo, justamente por possuir a expertise de fazer brotar em seu coração, pérolas que passam despercebidas por muitos mas encantam alguns, tornando-as inesquecíveis.

Certa vez olhando o azul do céu, afirmou aplaudir os admiradores dos poetas, por sabe-los possuir a sensibilidade de ouvir e entender as estrelas e compreender ser o amor, a principal missão que transborda de seus sentimentos.

E foi assim, continuando a se pronunciar sobre os homens, que desejou fossem os mesmos, capazes de usar a sinceridade como forma de fortalecimento a si próprios com intensidade suficiente de até mobilizar os astros.

Jesualdo quando em conversas informais, sem nunca demostrar arrependimento por tratar-se de um cidadão com mil paixões, mas segundo ele próprio possuir um único amor, sua esposa Generosa, diz ter a consciência de ser autêntico, procurando superar diariamente a própria personalidade, fazendo despedaçar dentro de si o imprestável e quase morto, por saber que lutar é palavra vibrante usada para levantar os fracos e determinar os fortes.

Sentindo-se verdadeiro, Jesualdo sempre reitera a tristeza de quase sempre conviver com mentiras, sorrisos fingidos e atitudes forçadas, achando que o mundo é muitas vezes uma ficção, com roteiro e personagens.

Observador, avalia seu entorno atentamente, admirando-se ao verificar, gente pisando semelhantes, ar contaminado pela hipocrisia e elogios fáceis, em praticamente todos os grupos sociais que frequenta.

Contudo Jesualdo é altruísta a ponto de ser feliz e isso se deve ao fato de muitas vezes se deparar com pessoas de verdade, que lhe olham nos olhos, apertam sinceramente sua mão durante o comprimento, são homens ou mulheres que se mostram por inteiro.

Tais pessoas de caráter admirável e atitudes puras, não se deixam levar pela onda de falsa devoção, sendo para ele a melhor forma de conviver, se esforçar para respirar fundo e permanecer focado naqueles que realmente fazem a vida valer a pena.

Durante quase todo o monologo, pois somente lhe escutava, ele mencionou inúmeras pessoas, as quais pela coerência cultivada, são merecedoras de aplausos, havendo citado nominalmente vários conhecidos, alguns deles poetas, todos donatários de imenso caráter, que sabem fazer a diferença na vida dos semelhantes, conseguindo semear o jardim de suas afeições, com delicadas flores da atenção e presença, nos momentos existências marcantes e decisivos.

Sem medo de errar, Jesualdo expressou a verdade ao afirmar serem as figuras por ele aplaudidas, grandes seres humanos, muito bem podendo compará-los ao sol, o astro rei, assaz poderoso para iluminar o sistema solar e explicitamente dócil para oscular uma flor.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *