quarta-feira, 01 de dezembro de 2021

Notícias

In:

CPI da Covid inicia depoimento do coronel Helcio Bruno de Almeida

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid deu início no final da manhã desta terça-feira, 10, à sessão em que ouvirá o tenente-coronel da reserva Helcio Bruno de Almeida, presidente da ONG Instituto Força Brasil. O militar é apontado como elo entre representantes da empresa Davati Medical Supply e o Ministério da Saúde nas negociações de compra de vacinas.

Representantes da Davati no Brasil disseram em depoimento à comissão que Helcio Bruno intermediou um encontro entre eles e o então secretário executivo do Ministério da Saúde, coronel Elcio Franco, para tratar da compra de 400 milhões de doses da vacina da AstraZeneca – negociação com indícios de irregularidades.

A reunião foi posterior ao suposto pedido de propina relatado pelo PM Luiz Paulo Dominghetti Pereira por parte do então diretor de Logística do ministério, Roberto Dias, no dia 25 de fevereiro durante jantar em Brasília.

Por decisão da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), o militar chega ao depoimento de hoje protegido por um habeas corpus. Dessa forma, Almeida poderá ficar em silêncio, para não produzir provas contra si mesmo.

Autor: Matheus de Souza e Daniel Weterman
Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *