terça-feira, 22 de junho de 2021

Notícias

In:

Planos de saúde ganham 120,2 mil beneficiários na região Nordeste durante a pandemia

Por Assessoria


Rio Grande do Norte é o segundo Estado com maior aumento do país; para a FenaSaúde, aumento reflete a preocupação cada vez maior dos brasileiros com a saúde / Foto: Unsplash

Os planos de saúde ganharam 1,3 milhão de novos beneficiários nos últimos nove meses em todo o país, segundo dados da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) sobre o comportamento do mercado durante a pandemia. Em junho, o sistema contabilizava 46,7 milhões de beneficiários, o patamar mais baixo de 2020. Em março deste ano, o número chegou a 48 milhões.

Uma das regiões que registraram crescimento foi o Nordeste do país. Análise feita pela FenaSaúde (Federação Nacional de Saúde Suplementar) mostra que os planos ganharam mais de 120,2 mil beneficiários na região entre junho de 2020 e março de 2021. Houve aumento em praticamente todos os Estados da região, sendo que Rio Grande do Norte, Piauí e Paraíba estão entre as dez maiores altas.

De acordo com a análise da FenaSaúde, o Rio Grande do Norte foi o segundo Estado com maior ganho em todo o país. São 33,3 mil novas adesões de potiguares desde junho de 2020, resultando em um crescimento de 6,14%. Agora são 542,5 mil pessoas com planos de saúde no Estado, o que corresponde a 15,47% da população local.

Com isso, o Rio Grande do Norte ficou atrás apenas do Amazonas (6,96%) nesse crescimento nos últimos nove meses.

Piauí e Paraíba

No Piauí, são 12,8 mil novos beneficiários (totalizando 345.244), uma alta de 3,70% frente a junho do ano anterior. No Estado, 10,52% da população conta com cobertura de planos de saúde privada.

Na Paraíba a evolução foi de 3,56%, com a adesão de 15,2 mil pessoas. Agora, 427,3 mil (10,58% da população) contam com assistência médica privada.

Ainda de acordo com a análise, em outros Estados da região mais pessoas também contrataram planos de saúde. No Pernambuco foram 23,3 mil, na Bahia 18,8 mil, no Ceará 9,4 mil e, em Alagoas, 7,4 mil pessoas.

Nos Estados de Sergipe e do Maranhão houve redução no número de beneficiários. Sergipe tem hoje 311,3 mil pessoas com planos de saúde, e Maranhão tem 452,7 mil.

“A entrada de mais 1,3 milhão de beneficiários nos planos demonstra a preocupação dos brasileiros com a saúde. Esse fenômeno aconteceu em todas as regiões do Brasil e foi bastante importante no Nordeste. A pandemia reforçou ainda mais a necessidade de contar com atendimento de qualidade”, destaca Vera Valente, diretora executiva da FenaSaúde. A entidade representa os 15 maiores planos do país, que juntos respondem por 40% do mercado.
Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *