quinta-feira, 13 de Maio de 2021

Notícias

In:

Jó apresenta a secretário de Saúde demandas sobre acolhimento, abastecimento e planejamento

Por Ascom Jó Pereira

Audiência na Comissão de Saúde na terça

A deputada Jó Pereira avaliou como positiva a reunião promovida pela Comissão de Saúde e Seguridade Social da Assembleia Legislativa, na tarde desta terça-feira (20), com o secretário estadual de Saúde, Alexandre Ayres, sobre as ações do Estado no combate à pandemia da Covid-19. O encontro aconteceu na Casa de Tavares Bastos.

Jó passou para o secretário uma relação de medicamentos importantes, inclusive relacionados ao tratamento da Covid-19, que estariam em falta da Central de Abastecimento de Alagoas e pediu a ampliação das ações de acolhimento aos familiares dos pacientes com Covid-19 (já realizadas no Hospital da Mulher e no Hospital Metropolitano), para outras unidades de saúde de Alagoas.

A parlamentar, que é membro da Comissão de Saúde, questionou sobre como o estado está se preparando, tanto para o atendimento do pós-Covid e suas consequências nos pacientes, como em relação à demanda reprimida na área da saúde: “Todas as demais doenças estão negligenciadas em todo o país em razão da Covid. Como o estado está se organizando para tratar essas demandas depois da pandemia?”.

Ela perguntou ainda sobre o estoque e a distribuição dos kits de intubação e pediu esclarecimentos acerca do crescimento – de 839 em 2019 para quase 1.500 em 2020 – no número de mortes com causas não identificadas e no aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

E voltou a alertar sobre a importância de separar adequadamente as gestantes e os bebês contaminados com a doença na Maternidade Escola Santa Mônica (MESM).

Respostas

Audiência aconteceu nesta terça

Em resposta aos questionamentos, Alexandre Ayres disse que a Sesau já está dialogando com outros hospitais e unidades de saúde para expansão de programas de atendimento humanizado. O gestor confirmou o aumento da demanda na área da saúde devido à pandemia, mas garantiu que exames eletivos, cirurgias e consultas continuam sendo realizados.

O secretário reiterou que não há problemas de abastecimento em relação aos kits intubação e contou que, embora seja das secretarias municipais de saúde a responsabilidade na identificação das causas de mortes, fará a interlocução com os municípios, inclusive com a articulação da AMA, para maior clareza dos dados.

“Estamos em um momento difícil para todos e precisamos de ações efetivas, diárias, coordenadas e atenção aos dados, porque são eles que lastreiam a construção de políticas públicas e, se não prestarmos atenção as distorções dos números, acabamos avaliando os cenários de forma diferente”, analisou Jó, ao final do encontro.

A reunião foi presidida pelo deputado Léo Loureiro, presidente da Comissão de Saúde, e contou com as presenças do reitor da Uncisal, Henrique Costa, dos deputados Davi Maia, Cabo Bebeto, Ângela Garrote, Flávia Cavalcante, Ronaldo Medeiros e Silvio Camelo, além de técnicos da Sesau.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *