quinta-feira, 06 de Maio de 2021

Notícias

In:

Vereador Marcelo Palmeira sai em defesa do setor produtivo e cobra planejamento e cautela

Por Assessoria

Marcelo Palmeira

Em sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Maceió realizada nesta terça-feira (02), o vereador e primeiro secretário da Mesa Diretora, Marcelo Palmeira (PSC), expressou em plenário seu posicionamento acerca da possibilidade de lockdown em Maceió. Durante sua fala, o parlamentar ressaltou que a Câmara precisa fazer parte dessas discussões para que as medidas tomadas tenham de fato eficácia no combate à pandemia.

“A pandemia causada pelo novo coronavírus já completa um ano e não há um planejamento eficiente para o enfrentamento, que só vem piorando nos últimos dias. Não adianta apenas divulgar números. Nós temos o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) que possui recursos e não podemos ficar olhando para isso e não fazer nada enquanto as pessoas passam necessidade nas comunidades. Lojistas, empresários e pequenos comerciantes estão fechando as portas. O dinheiro saiu de circulação e não estamos vendo nenhuma movimentação para amenizar a situação”, disse Marcelo.
Ainda segundo o vereador, fechar o comércio não será a solução para conter o avanço do vírus. “Não é fechando as portas do comércio que vai fazer a covid-19 ir embora. Sou a favor das medidas restritivas, mas é preciso acima de tudo que o Governo do Estado mostre de que forma as pessoas mais vulneráveis serão assistidas”, declarou.

O parlamentar também solicitou a criação de uma comissão para discutir o assunto, e ratificou que além de envolver os órgãos de saúde, é preciso que a Assistência Social também esteja integrada na elaboração de uma programação adequada para o enfrentamento ao coronavírus. “Quando for feito o convite aos Secretários de Saúde para debatermos a situação, precisamos estender também aos Secretários de Assistência Social, para que possamos atender as pessoas que estão em extrema pobreza e desempregadas devido à pandemia”, destacou o vereador.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *