sexta-feira, 07 de Maio de 2021

Notícias

In:

Por pandemia, ATP aumenta premiação de torneios menores e faz ajustes em ranking

A Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) anunciou nesta quarta-feira um aumento de US$ 5,2 milhões (cerca de R$ 29 milhões) nas premiações de torneios menores, caso dos ATPs 250 e 500, como forma de compensar os prejuízos sofridos por atletas e competições na pandemia. A entidade também definiu ajustes para o ranking.

A elevação nas cifras recupera em parte as perdas dos tenistas e organizadores dos torneios nos últimos meses. As competições de nível ATP 250 e ATP 500 sofreram cortes de 50% em suas premiações neste ano, em comparação a 2019, período anterior ao início da pandemia.

Agora, com a ajuda da entidade, os torneios 250 vão pagar aos atletas 80% do que distribuíam em 2019. E os de nível 500 vão desembolsar 60%. Esses valores extras vão totalizar US$ 5,2 milhões até o meio do ano. E serão retirados do bônus que costuma ser distribuído aos 12 melhores do ranking ao fim de cada temporada.

No comunicado, a ATP enfatiza que a redistribuição desta premiação contou com o apoio total do Conselho de Jogadores, liderado pelos ídolos Roger Federer e Rafael Nadal. “As receitas de nossos torneios continuam a ser severamente impactados pelas restrições na venda de ingressos. E uma mudança considerável neste cenário parece improvável até o meio do ano”, disse o presidente da ATP, Andrea Gaudenzi.

A entidade também apresentou mudanças na contabilidade do ranking, que sofreu alterações provisórias devido à pandemia, no ano passado. Com a novidade, os tenistas poderão escolher entre somar 50% dos pontos obtidos no torneios disputados entre março e agosto de 2019 que não foram realizados em 2020, e contabilizar 100% dos pontos conquistados nestes mesmos eventos neste ano.

O plano da ATP é começar a regularizar o ranking em agosto deste ano. Assim, em agosto de 2022, os tenistas voltariam a contabilizar somente os pontos obtidos nas 52 semanas anteriores a esta data, como geralmente é feito.

A ATP também definiu que os jogadores poderão contar com um “ranking protegido da covid-19” se perderem quatro torneios seguidos em razão da pandemia. Esta posição na lista da ATP, contudo, não terá efeito para entrar em torneios de Grand Slam e nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Por fim, a entidade decidiu ampliar o tamanho das equipes dos jogadores permitidas nos torneios. Até então, cada atleta poderia levar apenas mais dois integrantes do seu time para os torneios. Agora as equipes poderão ser ampliadas, de acordo com as regras específicas de cada competição.

Copyright © 2021 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *