quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Notícias

In:

Pandemia: empresária arapiraquense usa tecnologia em máscaras que mata o coronavírus

Por Assessoria

Há quase 30 anos no mercado de confecções, a empresária arapiraquense Juraci Barbosa adaptou seus negócios e está oferecendo equipamento de proteção individual capaz de matar o coronavírus em até 2 minutos.

Os produtos desenvolvidos em seu ateliê – máscaras, aventais e até jalecos – são confeccionados com um tecido desenvolvido por cientistas brasileiros que usa elementos como íons de prata, comprovadamente capazes de eliminar bactérias e vírus.
“Estamos felizes em poder atender as pessoas, tanto da área da saúde quanto empresários e autônomos. Adaptamos nossa equipe para fabricar tudo com segurança e rapidez e graças a Deus o resultado tem sido positivo”, comentou Juraci, que é artesã e começou a vida profissional fabricando enxovais de bebê para as amigas.
Com o surgimento da loja, muitas foram às fases de adaptação ao mercado. Hoje ela trabalha com fardamentos, fantasias e roupas para balé, incluindo figurinos para apresentações, além dos enxovais que ainda mantém.
A tecnologia da fabricação do tecido, segundo Jura, como é conhecida, foi desenvolvida pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo. Assim que soube da existência do tecido, a empresária de Arapiraca fez as encomendas.
“Era uma demanda natural a fabricação dos EPIs e a chegada desse produto veio fortalecer o negócio, pois garante mais segurança a quem compra”, falou ela.
Ainda segundo dados revelados pelo fabricante, a garantia antiviral dura até, no máximo, 30 lavagens do produto. “Até a chegada da vacina todo esforço para prevenção do coronavírus é válido”, comentou.
Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *