domingo, 29 de Março de 2020

Notícias

In:

Calabar é homenageado nas comemorações do bicentenário de Alagoas

Por Redação com Agência Alagoas
Secretário Enio Lins, um dos palestrantes ,a semana que homenageia Calabar, nascido e morto no município de Porto Calvo (Foto: André Palmeira)

Secretário Enio Lins, um dos palestrantes ,na semana que homenageia Calabar, nascido e morto no município de Porto Calvo (Foto: André Palmeira)

As comemorações do bicentenário de emancipação política de Alagoas não param. Neste mês de julho, o Governo do Estado relembra a vida do alagoano Domingos Fernandes Calabar. A semana, que leva o nome do homenageado nascido e morto no município de Porto Calvo, no Século 17, pretende discutir as raízes de alagoanidade, antes de 1817.

 Desde esta terça-feira e até o dia 22, o Governo de Alagoas e a Prefeitura de Porto Calvo estão promovendo uma programação alusiva a Calabar. Professores e alunos da rede pública estadual são os principais alvos da ação. Segundo o secretário de Estado da Comunicação, Enio Lins, um dos palestrantes do evento, Calabar – assim como Zumbi -, foi um dos primeiros ícones que manifestaram a realização de uma comunidade diferenciada, que, posteriormente, em 1817 tornou-se o reconhecimento da emancipação política do Estado.

 “A Semana Calabar terá como centro o município de Porto Calvo, porque lá o senhor de engenho que ajudou os holandeses nasceu e morreu. A decisão dele foi considerada um diferencial, ao sul da então capitania de Pernambuco. Posso dizer que é uma das primeiras manifestações de alagoanidade e distinção, entre a região que hoje é Alagoas e a que é Pernambuco. Devemos sim, a Calabar, a emancipação de Alagoas, assim como a Zumbi. Eles representam as raízes alagoanas. Por isso, não interessa apenas a Porto Calvo, mas a todo o Estado,” destacou o secretário.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com