domingo, 16 de Maio de 2021

Notícias

In:

Copiloto do avião pesquisou sobre suicídio na véspera do acidente nos Alpes

Por Com Agência Brasil

ng4103436O copiloto do avião da Germanwings que caiu na semana passada, nos Alpes franceses, Andreas Lubitz, procurou na internet informação sobre métodos de suicídio e sobre o funcionamento das portas da cabine da aeronave dias antes do acidente. A informação foi divulgada hoje (2) pela Procuradoria de Düsseldorf, que teve acesso a um tablet de Lubitz, apreendido em uma de suas residências.
Em comunicado, os procuradores disseram que o copiloto, de 27 anos, procurou na internet informação sobre “formas de cometer suicídio”, “especialmente entre 16 e 23 de março”, véspera do acidente.
Pelo menos em um desses dias, Lubitz viu também, “durante vários minutos”, informação sobre “portas de cockpit e disposições de segurança”. Cockpit é o termo em inglês para a cabine da qual os pilotos comandam a aeronave.
As investigações indicam que Lubitz provocou deliberadamente o acidente com o Airbus A320. Ele ficou sozinho na cabine e teria bloqueado a entrada do piloto. A conclusão é baseada sobretudo na análise dos sons da cabine registrados na primeira caixa-preta.
As investigações feitas na Alemanha indicam que Lubitz sofreu um “episódio depressivo grave” em 2009 e recebeu tratamento para “tendências suicidas”.
O Airbus A320 da Germanwings, que fazia a ligação entre Barcelona, na Espanha e Düsseldorf, na Alemanha, caiu no dia 24 de março nos Alpes franceses, matando todos os 144 passageiros e seis tripulantes.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *