domingo, 16 de Maio de 2021

Notícias

In:

Dois corpos são encontrados após explosão de prédio em Nova York

Por Com Agência Brasil

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, visita o local onde um prédio (G1)

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, visita o local onde um prédio (G1)

  Dois corpos foram encontrados entre os escombros de um dos prédios que desabaram quinta-feira (26), no bairro nova-iorquino de East Village, após explosão provocada provavelmente por um vazamento de gás, informou a polícia.
Dois homens tinham sido considerados desaparecidos desde a explosão, seguida de incêndio, que provocou o desabamento parcial ou total de quatro edifícios.
O primeiro corpo foi descoberto no início da tarde no prédio 121 da Second Avenue, onde se deu a explosão. Ele foi enviado para o Gabinete de Medicina Legal para identificação, disse um porta-voz da polícia citado pela agência de notícias francesa AFP.
A polícia anunciou a descoberta do segundo corpo no fim da tarde desse domingo (29), sem fornecer detalhes.
Os dois corpos encontravam-se, aparentemente, em um restaurante de sushi situado no número 121 da Second Avenue: são eles Nicholas Figueroa, de 23 anos, cuja fotografia com a indicação de procurado foi afixada em várias vitrines da região, e um empregado do restaurante, Moises Lucon, de 26 anos.
A explosão e o incêndio fizeram, na quinta-feira (26), 25 feridos, quatro em estado grave, entre eles seis bombeiros.
Os edifícios danificados foram demolidos em seguida e a remoção dos escombros ocorreu durante todo o fim de semana, tendo a área sido fechada à circulação.
Na sexta-feira, (27), o presidente da Câmara de Nova York, Bill de Blasio, declarou que a explosão foi causada provavelmente por obras na canalização de gás do prédio número 121.
Há apenas um ano, oito pessoas morreram em Nova York, em uma explosão de gás que destruiu dois prédios no East Harlem, ao norte de Manhattan, em 12 de março de 2014.
O bairro East Village tem grande número de lojas, bares e restaurantes, frequentados por estudantes e nova-iorquinos de classe média alta.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *