domingo, 17 de novembro de 2019

Notícias

In:

Startup alagoana é destaque no maior evento de inovação do país

Por Assessoria

A partir do próximo ano, cerca de 2.500 pacientes do sistema público de saúde de Penedo (AL) devem passar a receber atendimento automatizado. O anúncio foi feito pela startup público-privada PGS Medical, responsável pelo projeto na cidade, durante a 5ª Semana de Inovação da Escola Nacional de Administração Pública, em Brasília (DF), entre os dias 4 e 11 de novembro.

Atualmente, cerca de 1.300 pessoas são atendidas no município por meio da plataforma desenvolvida pela PGS Medical para a gestão de atendimento de portadores de doenças crônicas.

Os dados desses pacientes são inseridos no sistema e ficam disponíveis em todas as unidades de saúde do município. Além disso, a plataforma marca automaticamente as consultas periódicas, faz a gestão dos medicamentos e ainda identifica pacientes de risco que precisam de atenção especial.

Com o programa Redenção, como é chamado, o número de atendimentos emergenciais de pessoas com doenças crônicas nas unidades de saúde caiu 90% e o número de internações caiu 66%. “Isso tem transformado para melhor a vida das pessoas. Enquanto a empresa privada busca o lucro, as empresas públicas buscam o bem-estar social, esse é nosso caso”, explica o prefeito de Penedo, Marcius Beltrão. Segundo ele, o projeto é prioridade de governo.

Penedo é exemplo de inovação

A PGS Medical foi convidada pela Fundação Brava para participar da 5ª Semana de Inovação, maior evento sobre soluções para o setor público do Brasil.

A startup chamou a atenção por ser a primeira a usar os recursos das leis de inovação para estabelecer uma parceria junto ao poder público, dispensando a necessidade de licitações, o que agiliza todo o processo.

“Somos a primeira empresa que tem contrato com o governo sem licitação e de forma totalmente legal, amparada na Lei 8.666/93. Isso é importante demais”, afirma Marcos Maggi, gestor do Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT Penedo). “Foi importante apresentar nosso programa, que hoje se destaca por ser bem mais completo que os programas que o governo tem, no sentido de monitoramento e prevenção”.

Segundo Beltrão, todo o processo de contratação inédito foi apresentado. “Nós explicamos que foi com dispensa de licitação, mostramos todo o trâmite processual. Como é uma coisa nova, muitos procuradores e controladores têm receio de entrar. Mas nós entendemos que a tecnologia é fundamental na área de saúde pública”, afirmou.

A PGS Medical apresentou seu case na mesa redonda “Governos e Startups – os desafios pós-contratação”, organizada pela Aliança para Inovação na Gestão Pública e Sustentabilidade, com apoio do BrazilLAB.

Estiveram presentes: Gustavo Menezes, Diretor de Relações Governamentais e Comercial; Marcos Maggi, Gestor do ICT Penedo e Diretor Operacional; e Marcius Beltrão, Prefeito de Penedo (AL), onde nosso projeto piloto foi instalado!

PGS Medical

Primeira startup público privada, criada a partir da regulamentação da Lei de Inovação, com o propósito de desenvolver tecnologias e implantar novos processos na área de saúde pública no Brasil.

O objetivo é a redução do encaminhamento do paciente para tratamentos de alta e média complexidade, a integração e a análise compartilhada dos diagnósticos, melhor performance no uso de equipamentos e infraestrutura, além da prevenção substancial das doenças crônicas.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com