segunda-feira, 22 de julho de 2019

Notícias

In:

Ifal Palmeira “rompe fronteiras” e leva pesquisa em Eletrônica de Potência até a França

Por Assessoria

Quando eles submeteram a pesquisa sobre o desenvolvimento de um Kit Educacional em Eletrônica de Potência para o 13º Congresso Internacional em Eletrônica de Potência e Sistemas de Acionamento ((International Conference on Power Electronics and Drive Systems – PEDS/IEEE), jamais os alunos Robson Lisboa e Victor Henrique Ferro imaginariam que chegariam tão longe. Na verdade, a distância percorrida foi da cidade de Palmeira dos Índios, onde fica localizado um dos campi do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), até a cidade de Toulouse, na França. O que era considerado sonho, desde a última terça, 09, vem se tornando realidade.

A participação dos estudantes de Sistemas Elétricos em um congresso internacional junto ao professor do curso, Gregory Almeida, vem rendendo bons frutos, além da experiência acadêmica totalmente inovadora para os discentes. A “networking” do grupo também vem aumentando. Entre os nomes que eles puderam conhecer e trocar ideias está o do professor dinamarquês e referência mundial em eletrônica de potência, Frede Blaabjerg,além de especialistas na área de todas as partes do mundo como: Japão, México, Arábia Saudita e pesquisadores brasileiros: Kelly Ribeiro e Oumar Diene, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Pudemos ter uma visão ampla do que está sendo desenvolvido na área de eletrônica de potência no mundo nos setores educacional e comercial”, diz o aluno, Victor. Gregory traz como exemplo a aplicação de sistemas de transmissão de energia em altíssima potência em submarinos, aplicações em naves aeroespaciais e navios. “Além disso, eles puderam observar questões novas como a discussão de transformadores feito em placas eletrônicas. Algo pesado que ocupava um certo volume, mas que pode ser transferido para placas eletrônicas. Está sendo um evento produtivo que abriu a cabeça deles para novas ideias”, complementa o docente.

A pesquisa, que oportunizou a ida do grupo à França é a “PELE 4.0 – Power Electronics Experiments: Towards Laboraratory Tools for Teaching-Learning Improvement (em português: Experimentos em Eletrônica de Potência – Rumo a Ferramentas de Laboratório para Melhoria do Ensino-Aprendizagem), faz uma abordagem sobre uma futura educação laboratorial que possa ser desenvolvida e utilizada em uma escola ou universidade, ao reutilizar sucatas eletrônicas na construção de módulos e kits educacionais, em que usuários poderão utilizar tablets ou smartphones para que experimentos possam ser realizados em tempo real, por meio da plataforma PELE 4.0.

Incentivo e impulso

Para Gregory, a experiência de participar de uma conferência internacional faz parte de sua vida acadêmica, afinal, o docente já esteve apresentando trabalhos em países da Europa, além de Estados Unidos, Canadá… embora essa seja a primeira vez que ele vai para acompanhar orientandos. “Nunca me imaginei neste cenário. Os alunos de Sistemas Elétricos do Ifal conseguiram ter um espaço de destaque em um evento deste porte. Está sendo uma experiência única e inovadora que abre horizontes para outros alunos e pesquisadores de que se é possível ter um espaço e fazer as coisas acontecerem”, relata Gregory.

É a primeira vez que Robson e Victor saem do país. Quando a notícia de que a apresentação na França seria possível, a primeira providência foi tirar o passaporte. Os próximos passos ainda são incertos para os garotos, mas a certeza é de querer continuar estudando e pesquisando na área.

É muito satisfatório para mim enquanto aluno de Sistemas Elétricos poder representar meus colegas de curso. Desde que decidi fazer Sistemas, senti um pouco de preconceito das pessoas por ser um curso tecnólogo, por acharem que não teríamos as mesmas oportunidades. Não imaginava que conseguiríamos atingir esses resultados, mas o professor Gregory sempre nos incentivou dizendo que a ideia era boa e que tínhamos tudo para conseguir a aprovação”, lembra Victor.

A apresentação da pesquisa foi realizada na tarde de ontem, 11, e sem dúvidas, para eles, o principal desafio foi o domínio de uma outra língua para a apresentação oral do trabalho. “Houve uma certa insegurança pelo fato de a apresentação ter sido em inglês, mas nos empenhamos, apesentamos e recebemos comentários positivos sobre nossa ideia para evolução da educação. Tudo isso só fez aumentar a vontade de continuar estudando na área e trouxe a sensação de que eu posso chegar ainda mais longe”, conta Robson.

Parceria em pesquisa interinstitucional

A aprovação do trabalho científico veio duplamente para Gregory, que também levou uma pesquisa em que é coautor, feita em parceria com professores da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Instituto Federal da Paraíba (IFPB) e Universidade Federal da Paraíba (UFPB).Com o título: “Investigação de restauradores dinâmicos de tensão com indutor de acoplamento aplicado em sistemas a quatro fios”, o artigo investiga soluções para atenuar variações de tensão na rede elétrica.

Quando há variação de tensão na rede elétrica, algumas unidades são desligadas (indústria, prédio, etc). Estamos propondo técnicas e equipamentos (restaurador dinâmico de tensão) como uma solução para este cenário, de maneira que essas unidades não sintam essas variações. Propomos um equipamento para que o usuário não sinta esse distúrbio. Analisando de um ponto de vista macro, em todo o estado, uma rede de distribuição”, explana o docente.

Sobre a Conferência

Evento bienal, este ano, o Congresso Internacional em Eletrônica de Potência e Sistemas de Acionamento (PEDS-IEEE) foi realizado na cidade de Toulouse na França. Atualmente, ele é reconhecido como uma das principais conferências em eletrônica de potência e sistemas de acionamento do mundo. Em sua 13ª edição, o PEDS contou com a participação de 300 inscritos. Em 2021, o evento será realizado na cidade de Montreal, no Canadá. A expectativa é que a conferência ocorra no Brasil em 2023.

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com