quinta-feira, 25 de Abril de 2019

Notícias

In:

Djokovic perde em estreia nas duplas e vai reencontrar algoz alemão em Montecarlo

Atuando ao lado do irmão Marko em um jogo usado como um “aquecimento” para a sua estreia na chave de simples, o sérvio Novak Djokovic estreou com derrota no torneio de duplas do Masters 1000 de Montecarlo, nesta segunda-feira. Jogando como convidados da organização nesta disputa do importante evento monegasco realizado em quadras de saibro, eles foram arrasados pelos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, cabeças de chave número 4, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3.

Atual líder do ranking mundial, Novak e seu irmão foram eliminados em apenas 55 minutos de confronto com a parceria sul-americana, que confirmou todos os seus saques e ainda aproveitou quatro das sete oportunidades que tiveram de quebrar o serviço dos adversários sérvios para liquidar rapidamente o duelo.

E no mesmo dia em que participou de sua primeira disputa em Montecarlo, Djokovic conheceu qual será o seu rival de estreia na chave de simples. Trata-se do alemão Philipp Kohlschreiber, que abriu campanha nesta segunda-feira arrasando o japonês Taro Daniel com parciais de 6/1 e 6/3.

Por figurar entre os principais cabeças de chave, o tenista número 1 da ATP estreará direto na segunda rodada e reencontrará um rival que foi o seu surpreendente algoz no último Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. Atual 40º colocado do ranking, o experiente alemão de 35 anos bateu o sérvio por duplo 6/4 na segunda rodada do torneio norte-americano, no mês passado.

Aquela foi apenas a segunda derrota de Djokovic em dez confrontos com Kohlschreiber, que voltará a medir forças com o rival no saibro após desbancar o favoritismo do tenista de Belgrado em quadra dura. Em partidas neste tipo de superfície mais lenta como é a de Montecarlo, o sérvio levou a melhor em dois de três duelos com o alemão, que há dez anos foi o responsável pela eliminação do adversário em Roland Garros. Em 2013, Djokovic deu o troco em Kohlschreiber no mesmo Grand Slam francês e depois voltou a superá-lo no saibro em 2014, no Masters 1000 de Roma.

RIVAL DE NADAL DEFINIDO – Em outro jogo disputado nesta segunda-feira em Montecarlo também foi conhecido o rival de estreia de Rafael Nadal, 11 vezes campeão do torneio e atual vice-líder do ranking mundial. Será o também espanhol Roberto Bautista Agut, que na primeira rodada superou o australiano John Millman por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 6/1 e 6/1.

Também em partidas já encerradas neste dia de duelos da competição, o russo Daniil Medvedev, o italiano Fabio Fogini e o belga David Goffin confirmaram a condição de cabeças de chave em suas estreias. O primeiro deles, 10º pré-classificado, arrasou o português João Souza por duplo 6/1. O tenista da Itália, 13º favorito, sofreu, mas passou pelo russo Andrey Rublev, de virada, com 4/6, 7/5 e 6/4. E finalmente Goffin, 16º principal jogador da competição, derrotou com tranquilidade o argentino Guido Andreozzi por 6/1 e 6/4.

Já o canadense Denis Shapovalov não conseguiu justificar o status de 15º cabeça de chave na estreia ao ser batido pelo alemão Jan-Lennard Struff, de virada, com parciais de 5/7, 6/3 e 6/1. O sérvio Dusan Lajovic, o húngaro Marton Fucsovics, o casaque
Mikhail Kukushkin, o italiano Marco Cecchinato, o eslovaco Martin Klizan, o espanhol
Jaume Munar e o macedônio Radu Albot foram outros tenistas que abriram campanha com vitória nesta segunda em Montecarlo.

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com