quarta-feira, 19 de junho de 2019

Notícias

In:

Bolsas de NY fecham em alta, apoiadas por ações de tecnologia

As bolsas de Nova York fecharam em alta expressiva nesta quinta-feira, 21, em um pregão marcado pelo forte avanço de papéis de giant techs e em um cenário composto pela decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) no dia anterior, que sinalizou que as taxas de juros não mais devem subir nos Estados Unidos em 2019.

Na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), o índice Dow Jones fechou em alta de 0,84%, aos 25.962,51 pontos, após tocar os 26 mil pontos no intraday, enquanto o S&P 500 avançou 1,09%, aos 2.854,88 pontos. Já o índice eletrônico Nasdaq subiu 1,42%, aos 7.838,96 pontos.

A decisão do Fed de sinalizar que os juros continuarão inalterados nos EUA este ano e de informar que o processo de enxugamento do balanço patrimonial da instituição terminará em setembro impulsionou os mercados acionários americanos, que chegaram a abrir em queda, mas logo deixaram de lado o viés baixista e renovaram sucessivas máximas. O movimento foi liderado por ações de gigantes de tecnologia, que tiveram a Apple como maior expoente. A fabricante de iPhones viu sua ação saltar 3,68% após três instituições financeiras elevarem o preço-alvo de seus papéis. Ainda no setor de tecnologia, Microsoft subiu 2,30% e Intel avançou 1,52%.

De acordo com a analista Laura Martin, do banco de investimentos Needham, a melhor pergunta a ser respondida é se a Apple é uma empresa de produtos ou uma empresa de ecossistemas. Uma pesquisa feita pelo banco de investimentos indica que os usuários da Apple acreditam que a empresa é uma companhia de ecossistemas, e não de produtos.

O Needham, especificamente, aumentou o preço-alvo dos papéis da Apple de US$ 180,00 para US$ 200,00 e melhorou seu rating de “compra” para “forte compra”. Para o banco de investimentos, a nova classificação só é usada quando se espera que uma ação supere o retorno médio total do mercado de ações mais amplo, bem como as outras ações que o analista cobre, nos próximos 12 meses. Apenas 8% das empresas cobertas pelos analistas da Needham têm uma classificação de compra forte.

O único setor que teve performance negativa no pregão foi o financeiro, afetado negativamente pela decisão do Fed porque os lucros dos bancos costumam ser maiores quando os juros são mais altos e os consumidores estão mais dispostos a gastar. O KBW Nasdaq Bank Index, que mede a performance dos 24 maiores bancos americanos, caiu 3,44%. O J.P. Morgan perdeu 1,58%, enquanto o Bank of America recuou 1,61%.

Autor: Gabriel Wainer
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com