sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Notícias

In:

Vereadores de Palmeira pedem que UPA volte a atender população de forma integral

 

O vereador Márcio Henrique lamentou a morte de um paciente, depois que não foi atendido pela UPA. (Foto: Edson Silva)

O vereador Márcio Henrique lamentou a morte de um paciente, depois que não foi atendido pela UPA. (Foto: Edson Silva)

Vereadores da Câmara de Palmeira dos Índios voltaram discutir hoje (6), no plenário, os problemas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. Desde a semana passada a Unidade passou a atender somente os pacientes com risco de morte, com classificação vermelha, devido a uma greve dos médicos motivada pela falta de repasse salarial.

Durante a sessão, os vereadores pediram que a Unidade volte a atender de maneira integral e cobraram a responsabilidade pela falta do atendimento destinado a pacientes que chegam ao local com classificação de menor risco. Segundo eles, isso tem prejudicado a população, provocado a morte de algumas pessoas e acentuado o descaso do poder público com os menos favorecidos.

De acordo com o vereador Márcio Henrique, um paciente chamado Raimundo Moraes, que ele já atendia há 15 anos, faleceu depois que procurou a UPA e não foi atendido. “Ele estava cansado, com a respiração ruim. Mas na UPA mandaram ele de volta para casa. Consegui interna-lo no hospital, mas já era tarde. Se ele tivesse sido atendido quando chegou lá, ainda pela manhã, teria sobrevivido. Isso é lamentável. Quem sofre com todo esse descaso é a população”, reclamou o vereador e médico.

Ontem (5), o secretário de Saúde de Palmeira dos Índios, Glifson Magalhães, disse que aguarda um recurso do governo do estado para pagar aos médicos parte dos salários atrasados. Segundo ele, o dinheiro deve chegar ao município na próxima semana.

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com