terça-feira, 22 de junho de 2021

Blogs

Calheiros diz que vai agir pela ‘imparcialidade e isenção’ na CPI da Covid-19

Gostando dele ou não, todavia, o senador Renan Calheiros (MDB) foi escolhido nesta terça-feira, 27, o relator da CPI da Covid-19 (ou CPI da Pandemia).

Pelas redes sociais, Calheiros disse que vai realizar um “trabalho isento, com foco em salvar vidas e corrigir os erros para que mais brasileiros não sofram com a dor do luto”.

“Tive a honra de ser designado relator da CPI da Covid, que terá papel fundamental na apuração das responsabilidades e erros na gestão dessa pandemia. Farei um trabalho isento, com foco em salvar vidas e corrigir os erros para que mais brasileiros não sofram com a dor do luto”, escreveu o parlamentar no Twitter.

Em entrevista à imprensa, o senador Alagoano também comentou que ‘conduzirá sua ação sempre baseado nos valores do estado democrático de direito, sem perseguições’, e reforçou ainda que o trabalho será pautado pela isenção e imparcialidade.

“Serei relator, não das minhas convicções, mas o redator do que aqui for apurado e comprovado. Nada além, nada aquém. CPI não é a sigla de Comissão Parlamentar Inquisitorial. É de Investigação. Tudo será investigado, como exige a Carta democrática, de maneira transparente, acessível, e as decisões colegiadas, como sempre o fiz nas 4 vezes que tive a honra de presidir essa Casa. Os brasileiros têm o direito de voltar a viver em paz”, disse Renan em nota enviada ao Blog Kléverson Levy via assessoria.

Em Tempo: sobre Alagoas, Renan Calheiros já explicou que ‘se declara parcial para tratar qualquer tema na CPI que envolva Alagoas’.

“Não relatarei ou votarei. Não há sequer indícios quanto ao estado, mas a minha suspeição antecipada é decisão de foro íntimo”, completou o senador Renan.

É isto!

#VidaQueSegue

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *