segunda-feira, 19 de Abril de 2021
this slowpoke moves

Blogs

27ª Edição do Festival de Cinema de Vitória realiza Mostra Especial de Aniversário

Este ano, o Festival de Cinema de Vitória (FCV), está comemorando mais um ano de existência. Nisso, do dia 24 a 26 de fevereiro estará realizando a mostra Panorama Diversidade 27 anos, a mostra reúne um compilado de 20 produções audiovisuais que obtiveram destaque ao longo da trajetória do Festival de Cinema de Vitória, o foco principal deste ano é refletir a diversidade nas telas. As obras estarão disponíveis no canal do YouTube do festival.

A diretora do Festival de Cinema de Vitória, Lucia Caus, considera a mostra um resumo dos quase trinta anos de história do evento. ‘‘Esses curtas simbolizam a potência, a diversidade e a criatividade do cinema produzido no Brasil nos últimos anos, além do talento de nossos realizadores e realizadoras’’, afirma.

Nesta edição, as obras estão divididas em três mostras distintas, são elas: Panorama Brasil, Panorama Espírito Santo e Panorama Diversidade, todas com a curadoria de Erly Vieira Júnior, doutor em Comunicação e Cultura e professor da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), e Waldir Segundo, produtor audiovisual e curador.

A mostra de filmes capixabas traz sete obras lançadas entre 2007 e 2018. A mostra busca tornar o cinema cada vez mais diverso, tanto que respira pluralidade, uma vez que inclui o olhar de mulheres, negros e pessoas LGBTQIA+, um processo que ganhou força nos últimos anos no Estado do Espírito Santo. A mostra Panorama Brasil reúne cinco curtas-metragens produzidos em São Paulo, Paraíba, Rio de Janeiro, Pernambuco e Piauí, tendo como foco a resistência e a diversidade tanto nos tema abordados como na forma de retratar as histórias e registrar as imagens.

Já na Panorama Diversidade, os curadores selecionaram oito produções de diferentes estados da Federação e anos que tratam de diversidade sexual e de gênero, mostrando um pouco do desenvolvimento do cinema LGBTQIA+ no Brasil.

Em síntese, além da disponibilização dos vídeos durante o evento, a mostra Panorama Diversidade 27 anos, realizará uma oficina o Laboratório Criativo – Tecnologias Sociais nos Festivais de Cinema, com aulas entre 1 e 3 de março sobre as etapas da construção de um festival, incluindo produção, gestão e mobilização. Serão disponibilizadas 20 vagas com direito a certificação e mais 100 vagas como ouvinte, sendo que as inscrições terão início no dia 24 de fevereiro pelo site festivaldevitoria.com.br. O evento ainda lançará a Revista Panorama, reunindo textos de curadoria sobre as três mostras e a ficha técnica de todos os filmes exibidos.

AGENDA CULTURAL

Festival de Cinema de Vitória: Panorama Diversidade 27 Anos

Quando: 24 de fevereiro a 27 de março

Onde: Canal  do YouTube do Festival do Cinema de Vitória

LINK DO CANAL: https://www.youtube.com/user/ibcavix

 

 

Confira abaixo a programação completa.

MOSTRA PANORAMA BRASIL

  • Sweet Karolyne (Ana Bárbara Ramos, PB, DOC, 2009, 15′).
  • Santos Imigrantes (Thiago Costa, SP, FIC/EXP, 2018, 7′).
  • Porcos Raivosos (Isabel Penoni e Leonardo Sette, PE, FIC/DOC,2012, 10′).
  • No Devagar Depressa dos Tempos (Eliza Capai, SP/ES/PI, DOC, 2015, 25′).
  • BR-3 (Bruno Ribeiro, RJ, FIC, 2018, 23′).

MOSTRA PANORAMA ESPÍRITO SANTO

  • Agrados para Cloê (Jefinho Pinheiro, ES, FIC, 2007, 21′).
  • Água-Viva (Bárbara Ribeiro, ES, DOC, 2018, 13′).
  • Domingo (Henrique do Carmo, ES, DOC, 2018, 5′).
  • Mulheres do Congo (Sandy Vasconcelos, ES, DOC, 2014, 16′).
  • Braços Vazios (Daiana Rocha, ES, FIC, 2017, 16′).
  • Vento Sul (Saskia Sá, ES, FIC, 2014, 13′).
  • Anchieta (Hegli Lotério, ES, DOC, 2014, 15′)

MOSTRA PANORAMA DIVERSIDADE

  • Montação (Wan Viana, ES, DOC, 2016, 15′).
  • Tailor (Calí dos Anjos, RJ, DOC, 2017, 10′).
  • Selma Depois da Chuva (Loli Menezes, SC, 2019, FIC, 12′).
  • O Olho e o Zarolho (Juliana Vicente e René Guerra, 2013, FIC, 16′).
  • Depois de Tudo (Rafael Saar, 2008, FIC, 12′).
  • One Man Show (Lobo Pasolini, ES, EXP, 1991, 1′).
  • Peixe (Yasmin Guimarães, MG, FIC, 2019, 17′).
  • Manaus Hot City (Rafael Ramos, AM, FIC, 2020, 13′).

* Com informações do Século Diário. 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *