terça-feira, 16 de agosto de 2022

Notícias

In:

Bagnaia faz 2ª pole seguida na etapa da Holanda da MotoGP; Quartararo larga em 2º

Com tempo nublado em Assen, Francesco Bagnaia garantiu a pole position para a Ducati no GP da Holanda da MotoGP na manhã deste sábado. Líder do campeonato, Fabio Quartararo, da Yamaha, segue na cola e largará em segundo para tentar ampliar a vantagem neste domingo. A Ducati ainda terá dobradinha no top 3 da largada com Jorge Martin na terceira posição.

Esta é a segunda pole consecutiva de Peco Bagnaia, que também havia largado na frente no último GP da Alemanha. O italiano busca se recuperar dos recentes resultados negativos na temporada, esta é a quarta pole de Bagnaia, que precisa melhorar suas largadas para voltar às primeiras posições. Bagnaia também estabeleceu o novo melhor tempo da pista, com 1min31s504 e foi elogiado por Quartararo.

“Peco foi incrível durante todo o qualificatório. Eu dei o meu melhor, mas fiquei feliz porque a moto é muito parecida com a do ano passado e estive bem rápido em comparação ao meu último tempo aqui. Preciso de uma boa largada amanhã”, afirmou Quartararo.

Mesmo após queda e com bons tempos desde o início, Martin voltou para a pista e cravou o terceiro melhor tempo do dia. Marco Bezzecchi, Aleix Espargaró e Jack Miller fecham a segunda fila. Johann Zarco ficou em sétimo.

A KTM fez prova de recuperação no Q1 e conseguiu colocar dois pilotos nas posições de acesso ao Q2, Brad Binder e Miguel Oliveira fizeram os melhores tempos para seguir nas disputas do classificatório. No Q2, Oliveira terminou em oitavo e Binder fechou com o 10º melhor tempo. Alex Rins terminou entre eles, em nono. Maverick Viñales e Taaki Nakagami fecham o top 12.

Na manhã deste sábado, a Honda confirmou a ausência de sua dupla titular no GP da Holanda. O piloto espanhol Pol Espargaró sentiu dores na costela e não teve condições de entrar na disputa. Espargaró se lesionou durante uma queda sofrida no treino livre do GP da Alemanha. Ele se junta a Marc Marquez, afastado desde a cirurgia feita após o GP da Itália. Com isso, o alemão Stefan Bradl foi o único piloto a correr pela equipe.

Com problemas na roda traseira, Enea Bastianini precisou buscar a moto reserva logo após a saída. O italiano não se recuperou e ficou de fora das disputas do Q2, em sexto no Q1 Joan Mir caiu quando disputava um lugar nas duas primeiras posições na reta final e não conseguiu bons tempos nas voltas finais, ficando em quarto.

Confira a ordem de largada do GP da Holanda:
1º – Francesco Bagnaia (Ducati)
2º – Fabio Quartararo (Yamaha)
3º – Jorge Martin (Ducati)
4º – Marco Bezzecchi (Ducati)
5º – Aleix Espargaró (Aprilia)
6º – Jack Miller (Ducati)
7º – Johann Zarco (Ducati)
8º – Miguel Oliveira (KTM)
9º – Alex Rins (Suzuki)
10º – Brad Binder (KTM)
11º – Maverick Viñales (Aprilia)
12º – Taaki Nakagami (Honda)
13º – Luca Marini (Ducati)
14º – Joan Mir (Suzuki)
15º – Fabio Di Giannantonio (Ducati)
16º – Enea Bastianini (Ducati)
17º – Andrea Dovizioso (Yamaha)
18º – Stefan Bradl (Honda)
19º – Remy Gardner (KTM)
20º – Franco Morbidelli (Yamaha)
21º – Alex Marquez (Honda)
22º – Lorenzo Savadori (Aprilia)
23º – Raul Fernandez (KTM)
24º – Darryn Binder (Yamaha)
Não participou da etapa – Pol Espargaró

Copyright © 2022 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *