domingo, 23 de Janeiro de 2022

Notícias

In:

Aquisição de produtos da agricultura será tema do Rota da Merenda em Arapiraca

Por Assessoria

Criado com o intuito de mobilizar diferentes setores do poder público em prol da efetivação do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) nos municípios, o Rota da Merenda Legal fará uma nova edição para 25 municípios da região Agreste, nesta quinta-feira, 2, às 9h, no Instituto Federal de Alagoas (IFAL) de Arapiraca.

Além da comunidade escolar, prefeitos, deputados estaduais e  o presidente do Consórcio Intermunicipal do Agreste Alagoano (Conagreste), Marlan Ferreira, estarão confirmados no evento.

O evento dará continuidade à sua programação de apresentação dos produtos da agricultura familiar que poderão integrar o cardápio escolar com a exposição da Quitanda Coop. As atividades também incluem palestras sobre atualização na legislação do PNAE e sobre as cooperativa s da agricultura familiar.A expectativa é que o evento receba cerca de 200 pessoas.
“O programa visa exatamente o fortalecimento da rede colaborativo para garantir que a gente converse com todos os agentes que se envolvem nas compras públicas para efetivar o que já está garantido por lei, que no mínimo 30% daquilo que vai para a merenda seja comprado da agricultura familiar”, descreveu.

A primeira edição aconteceu em Maceió, reunindo dez municípios da região Metropolitana. A segunda edição ocorreu para municípios da Região Sul e Baixo São Francisco, contando com treze municípios.

O Rota da Merenda Legal conta com apoio de instituições como o Tribunal de Contas do Estado (TCE),  Controladoria Geral, Ministério Público  Estadual (MPE),  Conselho  Regional  de Nutrição, Superintendência Estadual do Ministério da Agricultura e Co mpanhia Nacional de Abastecimento (Conab).  O projeto foi desenvolvido em parceria com o Sebrae Alagoas e a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).
“A agricultura familiar vem recebendo apoio importante da Assembleia Legislativa, com ações pontuais e aprovação de projetos que visam levar melhorias para a produção e auxílio n a recuperação das atividades após a pandemia. O cooperativismo é isso, é união e colaboração para o sucesso do coletivo”, destacou o presidente da Unicafes, Instituição que conta com 34 cooperativas vinculadas.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *