quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020

Notícias

In:

Vereadores dão voto de repúdio à Frigovale, por não comparecer à audiência pública

Por Redação com Assessoria
Na tribuna, vereadora Fabiana Pessoa cobra responsabilidade da empresa Frigovale (Foto: Assessoria)

Na tribuna, vereadora Fabiana Pessoa cobra responsabilidade da empresa Frigovale (Foto: Assessoria)

Foram três horas de discussões e cobranças dos vereadores durante a audiência pública proposta pela vereadora Fabiana Pessoa realizada nesta terça-feira, 03, na Câmara Municipal, para discutir as denuncias dos moradores do Conjunto Residencial Brisa do Vale. Eles retratam o mau cheiro provocado pela empresa com o abate dos animais e a falta de compromissos da empresa para com os marchantes, que denunciaram aos vereadores que a carne abatida  no frigorífico está chegando aos comerciantes somente por volta das 10horas, o que tem causado sérios prejuízos financeiros à categoria.

Durante a audiência pública, o que mais revoltou os vereadores foi o fato de a empresa não comparecer aos debates, preferindo enviar à presidência da Casa um ofício, segundo o qual, apenas explica o motivo pelo qual não compareceu.

A vereadora Fabiana Pessoa, autora da realização da audiência pública, lamentou que os diretores da Frigovale não tenham respeitado os vereadores, que esperavam pelo menos uma resposta à solicitação do requerimento.

No ofício, a Frigovale agradeceu o convite, mas que a empresa não compareceria a audiência pública, porque as matérias  tratadas se encontram sob apreciação do Poder Judiciário.

Em outro trecho do ofício, a empresa diz que é importante lembrar que a Frigovale possui decisão favorável no bojo do Mandado de Segurança, contudo não o executa com o intuito principal de melhorar as relações com os marchantes e em razão de toda discussão já vivenciada em diversos órgãos.

Em face das explicações da empresa em não participar dos debates, os vereadores fizeram questão de externar o seu descontentamento e manifestaram o voto de repúdio à direção da empresa, por não respeitar o Legislativo arapiraquense, que representa os 210 mil habitantes da cidade.

“Esta Casa tem que tomar uma posição firme contra a falta de respeito, não só aos vereadores, mas à população de Arapiraca representada pelos 15 parlamentares. Por isso, peço que a Casa emita um voto de repúdio aos diretores da Frigovale, que não estão participando desta audiência pública sobre as denúncias contra a empresa”, disseram os vereadores Moisés Machado e a Professora Graça, em nome dos demais parlamentares.

Os marchantes que também foram convidados a participar dos debates, não compareceram, alegando que por não resolver o problema  por parte da empresa e também política, não estariam presentes.

O dfensor Público, Marcos Freire, disse que está tomando todas as providências judiciais e acompanhando a situação.

O secretário de Meio Ambiente, Ivens Barbosa Leão, disse está fiscalizando e cobrando dos órgãos ambientais melhores adequações da empresa e que na próxima sexta-feira, 06, estará em Maceió, onde pretende no Instituto do Meio Ambiente (IMA), cobrar ações mais eficazes.

A secretária de Indústria e Comércio de Arapiraca, Mirka Lúcio, disse que, se algo grave acontecer como algumas pessoas pretendem fazer, que é fechar a Frigovale, quem sairá perdendo será a cidade e consequentemente o povo, que deixará de ter uma empresa de grande porte em Arapiraca.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com