segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019

Blogs

Confusão em Palmeira

JulioCezarPara o vereador palmeirense Júlio Cezar, a insatisfação e enxurrada de criticas são cada vez mais frequentes por parte dos vereadores palmeirenses em relação a atual Mesa Diretora da Câmara Municipal. Segundo ele, o motivo são as decisões unilaterais do presidente, Salomão Torres (PSDB), que apesar de não ter o respaldo do Regimento Interno da Casa tem suspendido as sessões ordinárias, que são realizadas uma única vez na semana, além da falta de transparência e independência daquele Poder Legislativo.

Sem sessão
Durante sessão realizada no último dia 26 de novembro estavam presentes 11 dos 15 vereadores que integram aquela Casa, mas apesar do quórum, a Mesa Diretora pela segunda vez consecutiva não abriu os trabalhos, deixando vereadores, população e dezenas de professores da rede municipal, que acompanhariam votação do projeto de Lei do Plano de Cargos e Salários sem nenhuma satisfação.

Segunda vez
“Estamos deixando de votar e discutir matérias de interesse da população. Pela segunda vez consecutiva a Mesa Diretora não realiza a sessão ordinária semanal a que tem obrigação de fazer. Não podemos repetir os erros do passado sob pena das consequências para a cidade e sua população, inclusive a própria Casa também como ocorreu na eleição passada” avaliou o vereador, Júlio Cezar (PSDB).
Projetos importantes
“Têm matérias que se arrastam há meses na Câmara Municipal e precisam ser votadas. Uma delas é o Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo Municipal que trata do Plano de Cargos e Vencimentos da Educação, mas não anda, nem tem pressa, além de outros projetos e requerimentos de grande interesse para a população. São práticas que demonstram o quanto precisamos de mudança, transparência e independência” protestou Júlio.

Festival de música
Este mês de dezembro, a cidade de Arapiraca mais uma vez ganha os olhares e ouvidos de todo o estado. É que a partir de 10 de dezembro acontecerá o I Festival de Música de Arapiraca.
Contendo vasta programação com artistas e palestrantes consagrados no meio, o evento gratuito recebe o apoio da Prefeitura de Arapiraca, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur).

Casa da Cultura
O festival contará com intervenções musicais na Praça Deputado José Marques da Silva, bairro do Centro, nos cinco dias de atividades, além de workshops, oficinas, debates, palestras e shows, estes na recém-ampliada Casa da Cultura, na arena da Praça Luiz Pereira Lima, Parque Municipal Ceci Cunha e na concha acústica do Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves.

Músicos conceituados
No cronograma, participação de músicos conceituados como do tecladista carioca Paulo Calasans, produtor e arranjador de grandes nomes da música brasileira, como Djavan, Gal Costa e Ivete Sangalo; o baixista Ney Conceição, compositor e arranjador autodidata, que tocou com Naná Vasconcelos, Roberto Menescal e Sivuca; o violinista e guitarrista arapiraquense Mohab Canuto, à frente da Escola de Música Talenthus; o cantor e guitarrista Herberth Azzul, afilhado, músico e parceiro de Alceu Valença; e o baterista alagoano Carlos Balla, que já participou de trabalhos de Gal Costa, Marina Lima, Emílio Santiago, Simone, João Bosco, Maria Bethânia, Chico Buarque, Roberto Carlos, Jorge Vercillo, Sandra de Sá, Nana Caymmi e Caetano Veloso e hoje figura novamente nas baquetas por trás da música do outro alagoano Djavan.

Pão de Açúcar
A feira está completou, na segunda-feira (1º), um ano de existência e contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Pão de Açúcar, através da Secretaria Municipal de Agricultura, além de contar com as parcerias do SEBRAE/AL e Secretaria de Estado da Agricultura e Desenvolvimento Agrário de Alagoas.

Comércio
Cerca de oito bancas comercializam as segundas-feiras, na feira livre de Pão de Açúcar, produtos agroecológicos , tais como: tomate, alface, coentro, pimentão, cebolinha, pimenta, mamão, melancia, caju, limão, macaxeira e outros que não contém agrotóxicos. Os produtos também são comercializados na sede da própria associação, localizada na Praça do Senhor do Bonfim.

Maragogi
A cidade de Maragogi ganhou mais um importante aliado na luta contra a violência à mulher, nesta sexta-feira (28), com a inauguração do núcleo de atendimento à mulher vítima de violência na Delegacia Regional do município.

RÁPIDAS

 … Na solenidade de entrega, a secretária de Estado da Mulher, Cidadania e dos Direitos Humanos, Nadja Lessa, declarou que o objetivo é garantir assistência especializada e fortalecer a rede de atendimento à mulher. “O núcleo é um espaço especializado, e com equipe própria, que atende prioritariamente as mulheres em situação de violência”, declarou.

… Na ocasião também estiveram presentes, o diretor de Polícia Judiciária da Área 3 (DPJA-3), delegado Robervaldo Davino; a delegada da Mulher na Capital, Fabiana Leão, o diretor geral da Polícia Civil, Carlos Reis, o delegado do município, Thiago Prado, a secretária municipal de Turismo, Mariana Gorenstein, e de Planejamento e Orçamento, Aliete Estanislau, entre outras autoridades.

… Responsável pela reforma geral da delegacia, a prefeitura de Maragogi, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), também vai atuar em conjunto com a Polícia Civil e a Secretaria de Estado da Mulher.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com