segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Notícias

In:

Em reunião, Concamp Palmeira delibera sobre regimento, calendário e visitas técnicas

Por Assessoria

Calendário acadêmico, regimento interno e regulamentação das visitas técnicas. Estas foram algumas das pautas tratadas durante a primeira reunião do Conselho de campus (Concamp), do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) de Palmeira dos Índios. A reunião realizada nesta quinta, 14, marca o início de um anseio antigo da comunidade acadêmica: um conselho que pudesse democratizar a tomada de decisão nas políticas de ensino, pesquisa, extensão, etc.

Para o diretor-geral do campus e presidente do Conselho, Roberto Fernandes, este é um momento histórico vivenciado por todos que fazem o Instituto, por isso é importante que as reuniões não se restrinjam apenas aos membros do Concamp. “A reunião é pública e aberta para que as pessoas possam participar e ter o direito de fala. A próxima está marcada para ocorrer em 10 de dezembro na sala da Direção-Geral, a partir das 9h, desde já externo o convite a todos”, reforça.

Alterações previstas:

Regimento Interno do Concamp

Cada campus tem autonomia para definir, através de minuta, alterações específicas para o regulamento do Conselho no âmbito do Ifal Palmeira. “Alteramos poucos trechos. Alguns pontos em relação ao trecho descritivo e deliberamos também sobre quem seria o presidente substituto do Concamp. Como não previa no regimento, deixamos claro que seria o substituto do diretor-geral, em casos de ausências, função preenchida pelo professor Manoel Pereira”, relata Roberto.

Calendário acadêmico

Outra pauta tratada foi a apresentação do calendário acadêmico 2020 dos cursos técnicos integrados, subsequentes e dos cursos superiores. Foi sugerido pelo estudante de Engenharia Civil, Gilson Leite, que fosse apontado no documento o período de ajuste de matrículas para o curso superior.

Foi solicitado que a Direção de Ensino estabelecesse essa data e submetesse para que nós pudéssemos apreciar para aprovação e, logo após, submissão ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE). A previsão é que o calendário seja enviado nos próximos 20 dias para que comecemos 2020 com ele aprovado”, informa o diretor.

Visitas técnicas

No tocante à regulamentação de visitas técnicas e aulas externas, foi apresentada uma minuta sobre essa questão. De acordo com Roberto, atualmente existe uma regulamentação do Conselho Superior (Consup), mas não há uma no âmbito do campus. “Nós seguimos algumas portarias como a de ajuda de custo e atendíamos Instruções Normativas (IN) de 2015 e 2018. Tratamos hoje acerca de quais procedimentos deverão ser percorridos para que essas visitas e aulas externas ocorram”, diz.

A ideia é que através de um planejamento inicial nas Coordenações e Colegiados dos cursos, as visitas possam ser planejadas desde o início do ano para que ocorram de acordo com as disposições orçamentárias e pareceres acadêmicos, trazendo com isso mais organização e autonomia para que as Coordenações prevejam as visitas de seus respectivos cursos.

Fica mais fácil para a administração dotar orçamentos e posteriormente liberar essas visitas e aulas externas. Outra vantagem é que pretendemos descentralizar esses recursos. Não ficar restrito à Direção-Geral ou Administrativa. Cada Coordenação receberá recursos e caberá ao coordenador decidir”, conclui Roberto.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com