quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Notícias

In:

O Louco, o Psiquiatra e o Carpinteiro

Por Oduvaldo Persiano

Recebo uma Mensagem interessante e que resolvi dar-lhe mais divulgação a pedido dos 15 leitores.  A cena passou-se no Consultório de um respeitável Psiquiatra:  Um louco relata perceber uma pessoa sobre sua cama, ao deitar-se. Receioso e, para sua surpresa,  sente novamente a impressão de  que  a pessoa encontra-se debaixo da referida Cama. O Psiquiatra, então, mostra-lhe que seria preciso uma sequência de Sessões, 03 vezes por semana para corrigir  tal anomalia, ao preço unitário  de  R$ 120,00.

O louco pediu prazo para “pensar“ e, retornando  ao Consultório após 30 dias, foi indagado  pelo Profissional se estava disposto iniciar o tratamento. Resposta do pseudo cliente:  Doutor, fiz os cálculos do que iria gastar, durante dois anos e constatei que consumiria 55 semanas alcançando o montante de R$ 39.600,00. O Médico fez-lhe uma advertência buscando conscientizá-lo para a gravidade do mal de que fora acometido. O Cara deu uma explicação que supera toda as previsões dos diversos especialistas na área da Economia : Chamei um Carpinteiro, mandei cerrar os pés da Cama, pagando apenas  R$ 50,00!….

A propósito, pois, desta “Estória” engraçada, veio-me a idéia de aplicar o resultado para salvação de nossa Pátria, bastando  formar uma Comissão de Notáveis, composta de 03 representantes de cada Estado,   de todas as categorias funcionais em atividade  permanente. Seria elaborado um Plano reduzindo o número de  Ministérios, Agências Reguladoras, Embaixadas e Estatais, Cartões Corporativos, etc, etc, cortando ao meio todas as despesas . Estariam, portanto, atendidas em seus problemas crônicos ,  as áreas de Segurança, Saúde, Infra-Estrutura,  Educação, Meio-Ambiente,   Assistência Social no seu amplo sentido.

A Reforma, deconseguinte, reduziria a composição do Congresso Nacional, integrado por  594 Parlamentares. Ter-se-ia, assim, uma economia fabulosa, porque não se gastaria mais o total com 594 Apartamentos e igual número de carros de luxo, Assessores, 1.188  Passagens semanais de ida e volta, semanalmente,   às chamadas bases eleitorais, telefones, computadores, publicações, verba de Gabinete,  material de expediente e pagamento em moeda estrangeira às Embaixadas , muitas sem nenhuma significado  sócio-econômico-cultural, máxime nos Países onde o regime Totalitário impera.

Ao lado desta salutar providência saneadora, cobrar-se-ia os  Bilhões  que Empresas Públicas e Privadas devem à Nação e não se concederia tantos  incentivos fiscais como vêm sendo oficializados, muitos dos quais sem nenhum benefício prático e útil para a população brasileira. A burocracia enervante que suga, também, as nossas parcas finanças, seria repensada , eliminando-se milhares de papéis que gastam tempo, dinheiro, trabalho e afeta a nossa paciência , refletindo no nosso cérebro já perturbado  diuturnamente, diante dos entraves que se antepõem ao nosso caminho, em todos os níveis do cotidiano. Desse modo, estaria solucionado o tal “ Deficit” que o Governo insistentemente apregoa em face da Previdência, não sendo mais necessário premiar os Parlamentares da chamada “BASE DAS EMENDAS”, na cata dos votos para sua aprovação. Pronto, afastado este “Fantasma Previdenciário”, o POVO BRASILEIRO dormiria tranqüilo sem as enfadonhas notícias nas TVs e outros meios de comunicação , em torno da enganosamatéria.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com