quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Notícias

In:

Flamengo agarra a chance e assume a liderança no Ceará com um 3 a 0 no Castelão

O Santos tropeçou em casa e o Flamengo não apenas agradeceu como fez a sua parte para alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro ao bater, no Castelão, o Ceará por 3 a 0 neste domingo, em partida válida pela 16.ª rodada. E foi com direito a um golaço do uruguaio Arrascaeta, acertando uma bicicleta espetacular nos acréscimos. Pablo Mari e Gabriel Barbosa marcaram os outros dois gols.

A terceira vitória seguida do time carioca levou a equipe aos 33 pontos, fazendo com que superasse o Santos, que, por sua vez, tropeçou em casa neste domingo e só empatou diante de outro cearense, o Fortaleza. Os dois times têm a mesma pontuação, mas o Flamengo supera os paulistas no saldo de gols (17 a 11). Já os cearenses, que vinham de três triunfos consecutivos em casa, ficaram com seus 20 pontos e caíram para a 13ª posição.

Uma atmosfera festiva, com mais de 50 mil torcedores no estádio, deu uma dica do que seria um jogo dos mais francos no Castelão. No lado rubro-negro, Jorge Jesus manteve a promessa de não desfigurar muito sua equipe, mesmo tendo um jogo decisivo contra o Internacional em Porto Alegre, pela Copa Libertadores, na próxima quarta-feira. Ao todo, foram quatro jogadores titulares poupados desde o início em Fortaleza.

Pelo anfitrião, Enderson Moreira só tinha o desfalque do zagueiro Luiz Otávio, lesionado. Foi um time que não se intimidou por estar diante de um dos líderes da competição e mostrou disposição para a atacar desde o início em um 4-3-3 que apostava na velocidade de seus extremos, Lima e Leandro Carvalho.

O avanço da marcação cearense, no entanto, acabou oferecendo um espaço perigoso para os contragolpes, especialmente com Orlando Berrío, que contava com o apoio de Gabriel Barbosa, ambos em movimentação constante por trás da segunda linha do Ceará. Numa delas, o camisa 9 avançou com rapidez pela esquerda para superar a marcação e rolar para a altura da marca do pênalti, onde estava o colombiano, que desperdiçou, mandando por cima.

Mas o primeiro gol dos cariocas saiu em uma jogada ensaiada pela lateral, com a ajuda dos dois zagueiros. Renê lançou a bola no limite da linha de fundo onde estava Rodrigo Caio. Este cabeceou para o meio da área, na direção de Berrío, que fez um passe de peito para uma bela conclusão de Pablo Mari. O espanhol acertou o ângulo de Diogo Silva para fazer 1 a 0 aos 21 minutos.

O Ceará respondeu rápido e, um minuto depois, teve seu gol de empate evitado pelo jovem lateral João Lucas em cruzamento de Samuel Xavier pela direita que fez uma curva e quase caiu dentro do gol, sendo retirado em cima da linha.

Na base do entusiasmo, a equipe da casa continuou tentando pressionar a saída adversária, mas quando tinha a bola, continuava a insistir demasiadamente nos cruzamentos para a área. Com a pelota no chão, os comandados de Jorge Jesus eram bem melhores e ampliaram a vantagem dessa maneira.

E outra vez Berrío foi o responsável por uma assistência para gol. Ele recebeu a bola de Gabriel Barbosa próximo à linha de fundo e, enquanto a zaga cearense esperava um cruzamento em direção à meta de Diogo Silva, ele rolou para trás, para a direção da perna esquerda do camisa 9. Livre de marcação, o artilheiro do campeonato encheu o pé para fuzilar e marcar seu 12º gol na competição.

Com a vantagem do Flamengo, o jogo continuou aberto no retorno para o segundo tempo. O Ceará buscava a pressão, mas tinha dificuldade para recompor a defesa quando perdia a bola na frente. Como resultado, Gabriel encontrava constantemente a lenta zaga cearense no mano a mano, e, com isso, levava perigo.

Aos 12 minutos, devido a um choque com o lateral Renê em disputa pelo alto, o atacante Leandro Carvalho sofreu uma forte pancada na cabeça e teve se ser retirado do gramado do Castelão por uma ambulância. A partida ficou paralisada por mais de cinco minutos.

Depois dessa paralisação, e com as entradas dos titulares Rafinha, Bruno Henrique e Everton Ribeiro após os 25 minutos, o Flamengo aumentou a qualidade técnica em campo. Ainda assim, chamava perigosamente o Ceará para sua área.

Só que as melhores chances de mexer no marcador foram dos cariocas. Gabriel, Willian Arão e Bruno Henrique perderam ótimas oportunidades, mas o melhor para os 15 mil rubro-negros presentes ao estádio ficou para o fim. Aos 51 minutos, Arrascaeta acertou uma linda bicicleta da entrada da área para coroar a noite flamenguista no Nordeste, sacramentando os 3 a 0 e a liderança.

No próximo sábado, o Ceará visita o Athletico-PR, em jogo marcado para as 19h na Arena da Baixada, em Curitiba. Já o Flamengo faz jogo dos mais esperados na briga na parte de cima da tabela contra o Palmeiras, às 16h de domingo no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ 0 x 3 FLAMENGO

CEARÁ – Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, Ricardinho e Thiago Galhardo (Felipe Silva), Lima (Wescley), Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves) e Felippe Cardoso. Técnico: Enderson Moreira.

FLAMENGO – Diego Alves; João Lucas (Rafinha), Rodrigo Caio, Pablo Marí e Renê; Piris da Motta, Willian Arão, Gerson (Everton Ribeiro), Arrascaeta e Berrío (Bruno Henrique); Gabriel Barbosa. Técnico: Jorge Jesus.

GOLS – Pablo Marí, aos 21, e Gabriel Barbosa, aos 34 minutos do primeiro tempo. Arrascaeta, aos 51 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO).

CARTÕES AMARELOS – Samuel Xavier, Valdo e Felipe Silva (Ceará).

RENDA – R$ 2.119.000,00.

PÚBLICO – 48.986 pagantes (49.986 no total).

LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Autor: Pery Negreiros, especial para AE
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com