sexta-feira, 24 de Maio de 2019

Notícias

In:

Sindpol pleiteia padronização das abordagens e condução de policiais ao Conseg

Por Assessoria

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), Ricardo Nazário, participou da reunião do Conselho Estadual de Segurança Pública para reivindicar a padronização de abordagem e condução de policiais civis e policiais militares.

A sessão colegiada do Conselho aconteceu nesta segunda-feira (29), no Tribunal de Justiça e foi dirigida pelo presidente em exercício do Conselho, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque, contando também com a presença do comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel Marcos Sampaio, e de representantes das associações dos Oficiais, Cabos e Soldados da PM.

Ricardo Nazário esclarece que, desde 2017, o Sindpol procura as autoridades para tratar da animosidade entre as polícias Civil e Militar. “A animosidade tem que acabar. É preciso construir uma padronização de abordagem e condução de policiais, envolvendo todos os agentes de segurança pública, como policiais militares, guardas municipais, agentes penitenciários, policiais rodoviários, policiais civis, entre outros”, destacou o presidente do Sindpol, ressaltando que é necessária a cautela nas abordagens e condução de policiais. “Não que os profissionais da segurança sejam melhores que as outras categorias, no entanto, eles usam armas de fogo. É importante a precaução com esses profissionais”, destacou.

As lideranças dos militares tentaram negar a existência da animosidade entre as polícias, destacando que ocorre apenas em alguns casos pontuais. O presidente do Sindpol foi incisivo ao afirmar que há sim animosidade.

O sindicalista destacou a importância de se construir um caminho para uma relação harmoniosa. “Não interessa a ninguém essa animosidade. Quem sai perdendo é a população alagoana”, disse.

“O resultado da reunião foi positivo”, avalia o sindicalista. O comandante-Geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, o Conselho de Segurança e o Sindpol puderam debater a situação em conjunto. “O Sindpol agora sente a preocupação da Polícia Militar e do Conselho de Segurança para que as entidades consigam construir uma verdadeira integração entre as polícias”, revela.

Na reunião, surgiram algumas propostas para integração das polícias, como academia única, instrução de tiro em conjunto, palestras, visita aos batalhões.

O Sindpol, com o intuito de prezar pela harmonia, orienta que os policiais civis olhem os policiais militares como um parceiro, pois o inimigo são os infratores da lei.

Haverá uma nova reunião com o comandante-geral da PM, o Sindpol, o Delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e o secretário de Segurança Pública, Lima Junior, nesta semana para definir a padronização.

A participação do Sindpol na reunião do Conselho de Segurança é resultado da solicitação do Sindicato, após incidentes envolvendo policiais civis e policiais militares.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com