terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias

In:

ANP aprova acordo que define participações na jazida de Lula, diz Petrobras

A Petrobras anunciou a aprovação pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) de sua proposta de Acordo de Individualização da Produção (AIP) da Jazida Compartilhada de Lula, localizada na Bacia de Santos, a qual estabelece as participações de cada empresa.

Desse modo, a Petrobras, que é também operadora, fica com 67,216%; a Shell com 23,024%, a Petrogal com 9,209% e a PPSA – Pré-sal Petróleo, com 0,551%.

Conforme o comunicado, a mudança nas participações resultará em aumento da produção de até 20 mil bpd para Petrobras, “e será necessária uma equalização entre os gastos incorridos e a receita obtida com os volumes produzidos até a data da efetividade do AIP, cujo resultado líquido estimado não é considerado material para a companhia.”

O acordo será efetivo a partir de 1º de abril.

A jazida inclui o Contrato de Concessão BM-S-11, ou campo de Lula – operado por Petrobras (65%), em parceria com a Shell (25%) e com a Galp (10%) -; o Bloco Sul de Tupi do Contrato de Cessão Onerosa (campo de Sul de Lula, 100% Petrobras); e a área não contratada pertencente à União, representada pela PPSA no AIP.

Esse acordo (AIP) não abrange a jazida Iracema. “O acordo estabelece as participações de cada uma das partes e as regras da execução conjunta das operações de desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural na jazida compartilhada.”

Autor: Luana Pavani
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com