terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias

In:

Rogério Dutra Silva perde para argentino no quali e está fora do Rio Open

O tenista brasileiro Rogério Dutra Silva, atual número 2 do País e 138 do mundo, perdeu neste domingo a chance de disputar a chave principal do Rio Open, um ATP 500 disputado em quadras de saibro no Jockey Club Brasileiro, no Rio de Janeiro. Rogerinho foi derrotado pelo argentino Juan Ignacio Londero na última rodada do qualifying por 2 sets a 0 – com parciais de 7/6 (7/5) e 6/2.

Com esse resultado, o Rio Open terá apenas dois brasileiros na chave principal: Thiago Monteiro e Thiago Wild – este estreará nesta segunda-feira contra o japonês Taro Daniel. Eles entraram na competição a convite dos organizadores. Outros quatro tenistas do País caíram na primeira rodada do qualifying. São os casos de Thomaz Bellucci, Natan Rodrigues, Mateus Alves e Rafael Matos.

Apesar da derrota no qualifying da chave de simples, Rogerinho segue no torneio. Ele vai disputar a chave de duplas com Thomaz Bellucci. A primeira rodada terá início nesta segunda-feira e os brasileiros estreiam diante da dupla formada pelo britânico Cameron Norrie e pelo português João Sousa.

Em outros jogos da última rodada do quali, o norueguês Casper Ruud e o boliviano Hugo Dellien também garantiram vaga em cima de argentinos. O tenista europeu superou Facundo Bagnis por 2 sets a 0 (7/5 e 6/4) e o da Bolívia ganhou de Carlos Berlocq por 6/3 e 7/6 (7/2). A quarta vaga ficou com o sueco Elias Ymer, que bateu de virada o espanhol Pedro Martinez por 4/6, 6/1 e 6/4.

RODADA – Jogador com mais vitórias conquistadas nas cinco edições do Rio Open, o italiano Fabio Fognini estreia nesta segunda-feira. Atual 15.º do ranking e cabeça de chave 2, ele soma 11 vitórias, que lhe valeram um vice-campeonato em 2015 e a semifinal no ano passado. Sua primeira será contra o jovem canadense Felix Auger-Aliassime, às 19 horas, na quadra central.

Auger-Aliassime é o 103.º do ranking e um dos maiores prodígios dos últimos anos. Foi o tenista mais jovem a passar um qualifying e vencer um jogo de torneio nível Challenger. Possui quatro títulos de Challenger, marca similar a nomes como do sérvio Novak Djokovic e do argentino Juan Martin Del Potro.

O primeiro dia do Rio Open também o chileno Nicolas Jarry, semifinalista do Rio Open em 2018, contra o espanhol Roberto Carballes Baena.

Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com