quarta-feira, 20 de Março de 2019

Notícias

In:

Empresas precisam “arrumar a casa” para crescer em 2019

Por Assessoria

Para lidar com a concorrência e com clientes que ainda evitam novas despesas, é preciso conhecer bem as engrenagens do próprio negócio. O ano de 2019 será o da retomada do crescimento, mas apenas para as empresas que souberem exatamente para onde estão indo. E, como destaca o especialista em gestão da Mamo Consultoria Empresarial, Maurício Oliveira, o ano está começando, um momento perfeito para encarar a gestão de frente.

“Parece clichê, mas não há outra palavra para os gestores que não seja planejamento. Uma ferramenta básica é identificar o que a empresa tem de bom e o que pode melhorar e, a partir daí, traçar planos específicos e bem direcionados para melhoria da empresa. Não existe uma fórmula mágica, é preciso analisar empresa por empresa, problema por problema”, destaca o especialista.

Um dos pontos que Maurício Oliveira enfatiza é que não há espaço para amadorismo neste processo de pensar estrategicamente a gestão da empresa.
“Eu tenho trabalhado muito forte nas questões dos números junto às empresas que presto serviços. Identificar as respostas para as perguntas: o que os números têm a dizer?, para onde vão seus custos?, qual a sua receita?, quantos clientes você tem?, qual o ticket médio das vendas do seu negócio?, qual o potencial de negócios na sua região?; é muito importante. Então, analisamos esses números para utilizar uma boa estratégia e tomar as decisões m ais assertivas para cada negócio”, defende.

Apesar da incredulidade de alguns brasileiros, a retomada econômica em 2019 é uma realidade, porém apenas para as empresas que realmente decidiram e entenderam que precisam se organizar.

“Cada vez mais – e 2019 vai provar isso – as empresas que são ainda amadoras, que fazem as coisas no achismo, terão dificuldade de sustentação. Este é o ano das empresas que se organizaram, que investiram tempo e recursos para olhar para a sua própria estrutura e para se recolocar no mercado. Esse ano é, sim, de crescimento, mas apenas para aquelas empresas que estão preparadas”, arremata Maurício Oliveira.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com