quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Notícias

In:

Haddad afirma a pastores que presidente não pode se impor em temas como aborto

Em encontro com pastores evangélicos na capital paulista, o candidato do PT ao Planalto, Fernando Haddad, declarou nesta quarta-feira, 17, seu histórico cristão e disse que “abraçou o cristianismo”. Tentando combater o que considera notícias falsas disseminadas por Jair Bolsonaro (PSL) contra ele, Haddad afirmou que tem a verdade como um valor em sua campanha.

Ao falar sobre temas sensíveis aos evangélicos, como a legalização do aborto e drogas, Haddad disse que o presidente da República não pode impor sua posição no País. “O Poder Executivo tem limitações que devem ser respeitadas, um presidente não pode ser eleito para impor seu ponto de vista sobre as coisas”, disse o candidato.

Católico de tradição ortodoxa, Haddad usou termos religiosos ao falar que Deus deu dom às pessoas e que o Estado precisa dar oportunidades, além de atacar Bolsonaro. “Quem não me conhece não vai me conhecer pelo WahtsApp do meu adversário. Tem que conhecer pelo que eu falei”, disse o presidenciável, fazendo apelo para que os evangélicos procurem lhe conhecer. “Vocês vão ver verdade nos meus olhos”, declarou o ex-prefeito de São Paulo.

Autor: Daniel Weterman
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com