segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Notícias

In:

Irlandês vence sexta etapa da Volta da França e Avermaet mantém liderança

O irlandês Daniel Martin venceu nesta quinta-feira a sexta etapa da Volta da França, disputada entre Brest e o Muro da Bretanha, em percurso de 181 quilômetros. O ciclista de 31 anos abriu vantagem na reta final, na subida, e fechou a disputa com o tempo de 4h13min43.

O segundo lugar ficou com o francês Pierre Latour e o pódio foi completado pelo espanhol Alejandro Valverde. O francês Julian Alaphilippe terminou em quarto, à frente do polonês Rafal Majka. O britânico Adam Yates foi o sexto, seguido pelo holandês Bauke Mollema. Vencedor da última etapa, o eslovaco Peter Sagan foi o oitavo, com o britânico Geraint Thomas em nono. O esloveno Primoz Roglic fechou a lista dos dez mais rápidos.

O belga Greg Van Avermaet fechou a etapa na 12ª colocação e se manteve com a camisa amarela, entregue ao ciclista que soma menos tempo no geral. O ciclista tem um total de 22h35min46, com três segundos de vantagem sobre o britânico Geraint Thomas, que aparece na segunda colocação. O norte-americano Tejay Van Garderen está cinco segundos atrás.

A liderança na pontuação geral, que dá a camiseta verde ao ciclista melhor colocado, ainda pertence ao sérvio Peter Sagan, com 199 pontos, vencedor de duas etapas. Em segundo lugar aparece o colombiano Fernando Gaviria, com 156 pontos e que também venceu duas disputas. Nesta quinta-feira, ele terminou entre os últimos, em 161º, na etapa que contou com 170 ciclistas.

O diferencial de Martin nesta quinta-feira foi que ele conseguiu abrir vantagem na subida de dois quilômetros na parte final, já no Muro da Bretanha. “Percebi que tinha que me distanciar naquele momento. Minhas pernas estavam boas e consegui aumentar o ritmo. Sabia que se conseguisse me distanciar ali seria difícil alguém me alcançar depois”, afirmou.

Foi a segunda vitória do irlandês em uma etapa da Volta da França. A outra aconteceu em 2013. A grande decepção na sexta etapa ficou por conta do holandês Tom Dumoulin, campeão mundial de contrarrelógio e vencedor do Giro d’Italia 2017. Ele teve o pneu furado no início da subida final, quando ocupava o sétimo lugar. Com isso, perdeu 53 segundos e terminou em 46º. A sétima etapa acontecerá nesta sexta-feira, no trajeto entre Fougères e Chartres, com um total de 231 quilômetros.

Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Compartilhe:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com