quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Notícias

In:

Lançamento de pré-candidatura de Lula é esperança para o povo

Por Redação com PT

O que se viu em Minas Gerais nesta sexta-feira (8) não acontece todo dia. A bem da verdade, quase nunca acontece. Neste dia 8 de junho de 2018, Contagem (MG) se transformou na capital brasileira da Esperança. Abarcou toda a gente do Brasil, todos os sotaques e as cores do país, e um só um desejo: Lula Livre, Presidente do Brasil.

O Partido dos Trabalhadores lançou nesta sexta (8) a pré-candidatura de Lula à Presidência da República. Faltou espaço para tanta gente e tanta emoção no auditório com 2.000 lugares onde o evento aconteceu. Não faltou ninguém do PT: estavam lá governadores da sigla, os líderes das bancadas parlamentares, a presidenta do partido, senadora Gleisi Hoffmann, o ex-prefeito e coordenador do Programa Lula de Governo, Fernando Haddad, a presidenta eleita Dilma Rousseff, dentre outros.

Mas uma ausência foi sentida. Lula é preso político. Porém, sua voz não pode ser aprisionada e ele falou novamente para as pessoas através da presidenta Dilma que leu o Manifesto ao Povo Brasileiro, um documento histórico escrito pelo próprio ex-presidente.

“Quando ficou claro que iriam me prender à força, sem crime nem provas, decidi ficar no Brasil e enfrentar meus algozes. Sei do meu lugar na história e sei qual é o lugar reservado aos que hoje me perseguem. Tenho certeza de que a Justiça fará prevalecer a verdade”, afirmou.

“Nas caravanas que fiz recentemente pelo Brasil, vi a esperança nos olhos das pessoas. E também vi a angústia de quem está sofrendo com a volta da fome e do desemprego, a desnutrição, o abandono escolar, os direitos roubados aos trabalhadores, a destruição das políticas de inclusão social constitucionalmente garantidas e agora negadas na prática. É para acabar com o sofrimento do povo que sou novamente candidato à Presidência da República”, disse Lula, tendo ao seu lado os fatos e milhões de brasileiros.

Porta voz do ex-presidente, Gleisi Hoffmann afirmou que apenas com o retorno de Lula a pacificação do Brasil estará garantida. “Lula é a grande liderança popular deste país. Ele é o único que pode garantir a pacificação do Brasil. Ninguém tem a relação que Lula tem com o povo brasileiro.  Disseram que o mercado tem medo de Lula ser presidente. Mas temos que avisar a eles que no Brasil tem povo, e é ele quem é prioridade.”

O coordenador plano de governo, Fernando Haddad, afirmou: “A história pode demorar, mas ela faz justiça. Não podemos defender o Lula só porque ele é o maior político vivo. Temos que defender o indivíduo, o homem que está preso injustamente.”

O ex-prefeito de São Paulo está certo. O povo sabe que ele está certo, por isso quer Lula livre e presidente, como mostram todas as pesquisas, como mostraram as mais de 2.000 pessoas que estiveram em Contagem.

O lançamento da pré-campanha de Lula nesta sexta-feira em Minas Gerais foi uma lufada de esperança no horizonte sombrio do Brasil pós golpe, com uma força tal que rompe a objetividade, não se explica em palavras de repórter. Talvez as palavras de um outro mineiro, talvez o maior poeta do Brasil, possam melhor traduzir o que se viu em Contagem neste dia 8 de junho de 2018.

“Uma flor nasceu na rua!
Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego.
Uma flor ainda desbotada
ilude a polícia, rompe o asfalto.
Façam completo silêncio, paralisem os negócios,
garanto que uma flor nasceu.
Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio.”

Viva Lula Livre presidente do Brasil.

Por Vinícius Segalla, da Agência PT de Notícias, direto de Contagem (MG).

Compartilhe:

Comente no Facebook

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com