sexta-feira, 25 de maio de 2018

Notícias

In:

Reitora da Ufal participa de audiências em Brasília para pleitear melhorias para a universidade

Por Redação com Ascom Ufal
Reunião com Rogério Abdalla, Secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde

Reunião com Rogério Abdalla, Secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde

A reitora da Universidade Federal de Alagoas, Valéria Correia, compareceu a quatro compromissos na última quarta-feira (9), em Brasília. A agenda do dia foi dividida entre a audiência pública sobre os recursos para assistência estudantil, o projeto de expansão da Universidade Aberta do Sus (Una-Sus) e o acelerador linear de radioterapia pleiteado pelo Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Hupaa).

A primeira audiência, na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, contou com a presença do Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, e reitores das demais universidades públicas do país. A comitiva da Ufal, composta pela Pró-reitora Estudantil, Silvana Medeiros, e por três estudantes indicados pela representação estudantil do Consuni, pleiteou melhorias e ampliação das políticas estudantis. A questão da insuficiência de recursos para o Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes) foi um dos pontos de pauta da manhã. O ministro não se comprometeu com a liberação de recurso suplementar para este ano, mas garantiu o diálogo sobre a possível ampliação para 2019.

“A participação da representação estudantil na audiência com o Ministro da Educação foi importante porque eles pudessem observar a dimensão dessa luta. A ampliação dos recursos do Pnaes é muito importante no contexto atual, principalmente na nossa universidade, quando temos o compromisso de abrir dois restaurantes: nos campi Arapiraca e do Sertão. Os recursos vêm do Governo Federal, então a nossa luta é conjunta com a dos alunos. O pleito deles é também o nosso pleito”, salientou Valéria Correia.

Posteriormente, a ampliação da Universidade Aberta do Sus (Una-Sus), coordenada na Ufal pela professora Célia Rozendo, foi discutida em duas audiências: uma com o Alysson Feliciano, coordenador de Monitoramento e Avaliação da Una-Sus, e outra com Rogério Abdalla, Secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Atualmente, a Ufal disponibiliza 210 vagas na especialização em Gestão do Cuidado em Saúde da Família, direcionadas, principalmente, a profissionais vinculados ao Programa Mais Médicos ou à Estratégia de Saúde da Família (Esf).

Em Alagoas, são 959 Equipes de Saúde da Família, atingindo os 102 municípios por meio de cerca de 3.000 profissionais de nível superior. Uma oferta maior de vagas significa ampliar as possibilidades de qualificação desses profissionais, o que, certamente, irá refletir de maneira positiva nos índices de saúde do estado. O projeto de ampliação prevê a cobertura de 100% dessa rede de Atenção Básica pela Una-Sus. Abdalla se comprometeu a cooperar com a iniciativa.

Valéria Correia e a Superintendente do Hospital Universitário, Regina dos Santos, se reuniram com Ronan Cabral, Gerente de Projetos da Radioterapia, para avaliar o andamento da aquisição do acelerador linear para o HU. De acordo com Cabral, o processo voltará a ser apreciado pelo comitê do Programa de Expansão da Radioterapia no Brasil, no qual deverá ser aprovado.  Além disso, a reitora e a superintendente estiveram com o secretário executivo do Ministério da Saúde, o alagoano Adeilson Loureiro, para reiterar as solicitações relacionadas ao acelerador linear e ao Una-Sus.

“Nesse momento de contingenciamento, é muito importante a articulação com outras fontes de recursos para além do Mec. Por isso, temos procurado sempre recorrer a outros ministérios como alternativas de financiamento para a Ufal. Dessa vez, buscamos o Ministério da Saúde para tratar dessas questões relacionadas ao HU”, finalizou a reitora.