sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Notícias

In:

Operação integrada prende 15 envolvidos em assaltos a bancos e explosões de carros-fortes no NE

Por Redação com Agência Alagoas
Fuzis, pistolas, muniçõe e explosivos foram apreendidos com quadrilha - foto Larissa Wilson (2) (Fotos: Larissa Wilson

Fuzis, pistolas, muniçõe e explosivos foram apreendidos com quadrilha – foto Larissa Wilson (2) (Fotos: Larissa Wilson

A Secretaria da Segurança Pública de Alagoas apresentou, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (16), o resultado de uma força-tarefa que envolveu policiais civis e militares de Alagoas, Pernambuco, Bahia e Piauí para desarticular uma organização criminosa que praticava roubos a bancos e carros-fortes no Nordeste. Ao todo, 15 pessoas foram presas e um extenso material – incluindo armas, explosivos e munições – foi apreendido.

Segundo o coordenador da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) da Polícia Civil de Alagoas, delegado Mário Jorge Barros, as polícias passaram pelo menos 40 dias investigando o grupo e conseguiram efetuar a prisão de assaltantes que estavam entre os mais procurados do país. O resultado obtido teve grande contribuição das agências de Inteligência dos Estados envolvidos na ação.

Ascom/SSP

“As investigações foram intensificadas por conta do aumento do número de explosões de bancos, tendo como ápice a tentativa de explosão de um carro-forte no município de Inhapi, no dia 5 de março, seguida das explosões nas agências de Poço das Trincheiras e das agências de Piranhas e Maribondo. Então montamos uma operação integrada para identificar e prender esses indivíduos”, explicou.

No dia 7 de abril, equipes do Grupo de Atuação e Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Estado de Alagoas, Deic e Polícia Militar de Pernambuco prenderam, em uma pousada no município pernambucano de Buíque, Roque Rudson dos Santos Silva, Nilson Almeida Silva, José Maciel da Silva e Felipe Klinger de Almeida. Eles são naturais de São Paulo e do Ceará. Com eles foram apreendidos uma pistola 9 milímetros com 21 munições e carregadores, uma pistola .45 com 11 munições e dois carregadores, além de celulares.

No dia 12 de abril houve nova operação no município baiano de Ibimirim, desta vez com a participação da PM/BA, Polícia Federal, Deic e 9º Batalhão da PM de Alagoas. As equipes interceptaram um veículo Fiat Toro. Um dos ocupantes atirou contra os policiais, que reagiram à investida criminosa. Rizomar da Conceição, José Cláudio Félix de Araújo e Fernando Machado Vasconcelos foram baleados, chegaram a ser socorridos, mas morreram.

Ascom/SSP

Segundo a polícia, as investigações detectaram que Rizomar possuía sete mandados de prisão em aberto e era procurado em vários Estados. Com eles foram apreendidos duas pistolas .40 com 97 munições; uma espingarda calibre 12, com 53 munições; um rifle calibre 44; quatro celulares; relógios; 50 gramas de maconha; três espoletas com cordel detonante e R$ 2.879 em espécie.

No dia 13 deste mês, a Deic cumpriu seis mandados de prisão em Mata Grande, Canapi e Inhapi, expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital. Foram presos João Batista dos Santos Silva; Flávio Oliveira da Silva; Jaedson da Silva Leite; Adeilson de Menezes Bezerra; Gilmar Ferreira da Silva e Sidney Pereira de Lima.

Participaram desta ação equipes da Delegacia Regional de Delmiro Gouveia, 7º e 9º BPM, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Batalhão de Operações Especiais (Bope), Tigre, Gaeco, e Grupamento Aéreo da SSP/AL.

Um dos integrantes, identificado como ‘Geleia’, foi preso no Piauí e indicou aos policiais que os demais integrantes da organização tinham fugido para a cidade de Água Branca.

Ascom/SSP

Após novas investigações, a polícia conseguiu localizar o grupo. Foram presos Aldean Oliveira Ramos, Divo da Cruz dos Santos e Ivo Marcelo Alves dos Santos. José Cláudio trocou tiros com a polícia e acabou sendo atingido e morreu.

Com a prisão destes, a polícia conseguiu chegar até o local onde eles escondiam um forte armamento e explosivos que seriam utilizados em outras ações.

Ascom/SSP

Foram apreendidos um fuzil PA-15 de numeração raspada, quatro carregadores, um fuzil AM-15 com a numeração raspada, 82 munições de fuzil calibre 556, 49 cartuchos de calibre 12, duas espingardas de repetição calibre 12, um fuzil calibre 5,56 com dois carregadores, um fuzil calibre 7.62, um revólver calibre 38 com 21 munições,29 munições de calibre 7.62, três balaclavas, um colete balístico, uma caixa de grampos usados para bloquear rodovias, 227 cartuchos de calibre 556 e cerca de 210 quilos de explosivos.

O secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, parabenizou as equipes envolvidas no trabalho que conseguiu desarticular um grupo que vinha atuando em vários Estados do país.

“Neutralizamos esta quadrilha que vinha causando muitos prejuízos. Tivemos mais um brilhante trabalho integrado e que mostra que o Estado está preparado para combater o crime”, afirmou.

Compartilhe:
Tags: ,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com