sábado, 19 de outubro de 2019

Notícias

In:

CSE leva goleada e se despede melancolicamente da primeira divisão

Por Redação
O último jogo do CSE em casa antes de ser rebaixado

O último jogo do CSE em casa antes de ser rebaixado

O Clube Sociedade Esportiva (CSE) encerrou nesta quarta-feira (7) a mais pífia participação de sua história em campeonatos alagoano.

Em oito jogos – o campeonato é de tiro curto – o CSE somou apenas seis pontos de 24 disputados. O tricolor venceu apenas uma partida, empatou três e, sofreu quatro derrotas

No domingo passado em casa, enfrentando o Coruripe, bastava vencer para permanecer na elite. Mas perdeu por 1 a 0 para o Coruripe, num jogo feio, truncado e revelador do pior amontoado de técnico e jogadores já formado para vestir a camisa tricolor.

As esperanças ficaram para o jogo de hoje contra o Dimensão Saúde.

Mas com um placar de 4 a 1 para o time de Capela, comandado pelo técnico demitido pela diretoria do CSE na quarta rodada, o tricolor de Palmeira dos Índios deu adeus ao sonho de permanecer na elite do futebol alagoano e foi rebaixado para a segunda divisão.

Causas

A falta de planejamento e mudanças de dirigentes e técnicos são as principais causas do humilhante descenso a que foi submetido o time palmeirense.

Nunca na história – ao longo de seus 71 anos de existência, – a diretoria tricolor escolheu e contratou um time de profissionais tão abaixo do nível sugerido para disputar um campeonato da envergadura do Alagoano.

Nas redes sociais, torcedores revoltados, nominavam os culpados pelo vexame patrocinado pelo CSE ao torcedor palmeirense.

No rádio,  José Oliveira, comentarista esportivo dizia: “Qualquer time, de qualquer povoado rural do município de Palmeira dos Índios se sairia melhor do que este time do CSE“, desabafou.

O prefeito Julio Cezar fez a mea culpa, declarando nas redes sociais que estava indignado:

Lamento a pobre campanha do CSE no Campeonato Alagoano 2018. Uma campanha indigna da grandeza e história do clube. Como patrocinador Master quero dizer aos apaixonados torcedores que apoiamos, fizemos o que estava ao alcance e não deixamos faltar nada ao trabalho do elenco. Fora do campo reafirmo que fizemos o nosso papel, diferente da falta de empenho, amor ao time, vontade e determinação que faltaram dentro do campo dos jogadores. Não, vocês não representam os sonhos da torcida e dos palmeirenses de ver ou reconhecer a grandeza do CSE. É hora de recomeçar, reerguer a cabeça, apostar em novos quadros e refazer os caminhos.  Parabéns a torcida que marcou presença e fez sua parte. Quanto a vocês (atletas) fica aqui nosso repúdio e indignação diante da vergonha a que nos submeteram. Vamos em frente CSE você é maior que isso e por diversas vezes já mostrou sua força”, disse

 Muitos atribuem a culpa à prefeitura que na prática é quem escolhe os dirigentes do clube, pois é o maior patrocinador.

Outros relevam acreditando que o município realizou todos os esforços possíveis e que vencer ou perder faz parte do futebol.

Tri rebaixado

Esse é o terceiro rebaixamento do clube palmeirense. O primeiro ocorreu em 2001, o segundo em 2007 e agora em 2018.

Nos dois primeiros rebaixamentos o CSE conseguiu voltar logo no ano seguinte, sendo na primeira vez campeão da divisão de acesso e na segunda vez, ficando com o vice-campeonato do acesso.

Com patrocínio expressivo da prefeitura, o Clube que se tornou patrimônio do povo palmeirense, através de Lei municipal,  mas teve eleita uma diretoria a toque de caixa que escolheu muito mal e não teve capacidade de formar atletas que fizessem o diferencial na disputa do campeonato.

A diretoria é tão amadora, que não conseguiu inscrever, por exemplo – no BID os reforços contratados com urgência para jogar a partir da sexta rodada, simplesmente porque o encarregado pagou errado as taxas de inscrição.

Resultado: amargou a penúltima posição da tabela – no fim da oitava rodada e dividiu com sua apaixonada torcida a humilhante notícia de seu rebaixamento.

Compartilhe:
Tags: ,,,,,,,,

Comente no Facebook

1 Comentário

  • joao carlos disse:

    Prefeito de Palmeira irresponsável. Politizou o CSE colocando uma diretoria tão irresponsável que não souberam sequer fazer o pagamento no bid da CBF para regularizar contratação deixando o time vulnerável. Demitiu o técnico Pinheiro por questões políticas e mantém um monte de mamadores de tetas na direção do CSE. Depois culpou os jogadores que foram mal contratados. CSE não pertence ao povo de palmeira, pertence a prefeitura e os políticos que dela se apoderam. Depois vem na cara de pau culpar os jogadores pra dizer pra população que “Fez muito pelo cse”. Tanto fez que está rebaixado vechatoriamente como nunca na história desse clube. VERGONHA PRA PALMEIRA DOS ÍNDIOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com