sábado, 19 de outubro de 2019

Notícias

In:

Governador autoriza obra do 1º Centro de Telepresença do sistema prisional do país

Por Redação com Agência Alagoas
Estrutura é pioneira no país e é fruto de parceiro com o Poder Judiciário de Alagoas Reprodução

Estrutura é pioneira no país e é fruto de parceiro com o Poder Judiciário de Alagoas Reprodução

Nesta segunda-feira (28), o Governo de Alagoas dará mais um passo importante para promover a justiça e dignidade no cárcere. Em parceria com o Poder Judiciário, o Estado assinará a Ordem de Serviço (OS) para a construção do 1º Centro de Telepresença do país.

A solenidade da ação em parceira entre Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) com o Tribunal de Justiça de Alagoas terá início às 9 horas, no Complexo Penitenciário, com a presença do governador Renan Filho.

Com a criação do Centro, Alagoas ingressará em uma nova fase de gestão prisional com modernidade e celeridade processual. O prédio será construído com recursos próprios do Estado e contará com seis salas para audiências, que comportarão de 5 a 12 pessoas, simultaneamente.

O investimento vai possibilitar a realização de até 48 audiências por dia, apenas em Maceió. As salas serão equipadas com painéis acústicos, microfones, câmeras e TVs para garantir a qualidade das audiências.

Para os agentes penitenciários, a iniciativa representará mais segurança na execução dos trabalhos, sobretudo, operacionais, além de economia para o Governo do Estado. Atualmente, o sistema prisional conta sete salas para realização de audiências telepresenciais, sendo quatro em Complexo Penitenciário e três no Presídio do Agreste.

Para o secretário de Ressocialização e Inclusão Social, coronel Marcos Sérgio de Freitas, a OS reafirmará o ingresso do sistema prisional alagoano em um ambiente tecnológico que fortalecerá a justiça.

“Em uma visão de futuro, propiciando mais segurança aos servidores penitenciários e operadores do direito, o Governo do Estado assinará, de forma inédita, a Ordem de Serviço para construção do Centro de Telepresença. A iniciativa reafirmará a posição do sistema prisional de Alagoas: um dos mais organizados e desenvolvidos no país”, disse.

Além das salas para audiências, o prédio contará com recepção, setor administrativo, parlatório, área de serviço, copa, uma entrada específica para a escolta dos reeducando, além de oito celas para que os reeducandos aguardem as audiências telepresenciais em segurança.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com