sexta-feira, 24 de Maio de 2019

Notícias

In:

Alagoas pretende transferir 20 líderes de facções para presídios federais

Por Redação
Mais 240 presos de Maceió e do Agreste são transferidos para evitar massacres (Foto:gazetaweb.com)

Mais 240 presos de Maceió e do Agreste são transferidos para evitar massacres (Foto:gazetaweb.com)

O governador Renan Filho pediu ao ministro da Justiça Ministério da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, 20 vagas em presídios federais para transferir presos considerados líderes de facções criminosas, que se encontram no sistema prisional do Estado.

Por enquanto, o governo estadual já remanejou centenas de detentos entre as unidades prisionais da capital e do Agreste, com o objetivo de evitar massacres como os ocorridos em penitenciárias dos estados do Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte.

“Estamos esperando a resposta e pode ser que precisemos solicitar algumas vagas mais. Mas estamos fazendo uma ampla realocação de presos em Alagoas, separando por grau de periculosidade, tipo de crime e também pela facção a que ele pertence, porque essas guerras de facção no Brasil todo tem trazido instabilidade para os presídios de todo o País”, comentou o governador, durante entrevista à imprensa, nesta segunda-feira, 16.

Compartilhe:
Tags: ,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com