quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Notícias

In:

Terreno abandonado com placentas enterradas é interditado em Delmiro Gouveia

Por Redação com G1

Um terreno abandonado com placentas e bolsas de sangue enterrados dentro de sacos plásticos foi encontrado durante a Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco da Tríplice Divisa (FPI do São Francisco) realizada nesta segunda-feira (21), em Delmiro Gouveia, interior de Alagoas.

O terreno onde as placentas foram enterradas fica localizado nos fundos da Unidade Mista Antenor Serpa, que é o hospital e a maternidade do município. Durante a fiscalização, o terreno foi interditado.

A reportagem do G1 tentou contato com o hospital, mas as ligações não foram atendidas.

Além desta irregularidade, foi localizado um lixão a céu aberto. Devido ao descarte irregular de resíduos sólidos, que é proibido desde agosto de 2015, por lei federal, a prefeitura de Delmiro Gouveia foi multada em R$ 258 mil.

De acordo com o Ministério Público de Alagoas (MP-AL), várias famílias trabalhando desprotegidas no lixão foram flagradas. Os trabalhadores não recebem equipamentos de proteção e já sofreram vários acidentes.

Maria José Pereira trabalha no lixão há 12 anos e fundou uma associação para reunir os catadores de lixo que também trabalham na região.

“O nosso sonho é que eles construam um galpão para que, além de podermos descansar na sombra depois do almoço, tenhamos um local adequado para fazer a separação do lixo que pode ser reciclado”, afirmou Maria José.

Além da multa no valor de R$ 258 mil, o Município também foi multado em R$ 1.179 mil pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) pela falta de um documento que permite a coleta, o transporte e a destinação do lixo.

Uma outra multa, do Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNPM) no valor de R$ 11 mil foi aplicada pela extração irregular de areia.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Delmiro Gouveia, que informou que ainda não foram notificados sobre as multas.

Montanha de pneus foram encontrados em lixão a céu aberto (Foto: Divulgação/MP-AL)

Montanha de pneus foram encontrados em lixão a céu aberto (Foto: Divulgação/MP-AL)

Matadouro irregular
Ainda na fiscalização desta segunda-feira, o matadouro público de Delmiro Gouveia foi interditado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) e pela Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária (Adeal).

De acordo com a Adeal, cerca de 20 animais são abatidos por dia de formas inadequadas, por golpes de marreta e choque elétrico.

Agentes do IMA decidiram interditar o local por diversos crimes ambientais. Eles informaram que a lagoa de decantação, que serve para tratar o sangue que sai do matadouro, não funciona, então todos os resíduos vão para um riacho.

 Sangue e outros resíduos são despejados ao ar livre (Foto: Catarina Martorelli/TV Gazeta)

Sangue e outros resíduos são despejados ao ar livre (Foto: Catarina Martorelli/TV Gazeta)

Compartilhe:
Tags: ,,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com