domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias

In:

Cesmac e 4ª Vara Criminal realizam mutirões em Palmeira dos Índios

Por Lucianna Araújo
Ações acontecem durante todo o dia de hoje (1) em Palmeira dos Índios. (Fotos: Lucianna Araújo)

Ações acontecem durante todo o dia de hoje (1) em Palmeira dos Índios. (Fotos: Lucianna Araújo)

O Centro Universitário Cesmac do Sertão realiza durante todo o dia de hoje (1), em Palmeira dos Índios, um grande mutirão relacionado às áreas de saúde, jurídica e conscientização ambiental, com temas distribuídos também na gestão de resíduos como reciclagem, reorganização, recondução e reutilização de materiais.

Na área de saúde, alunos de todos os períodos da instituição, orientados por seus professores, prestaram serviços de verificação de pressão arterial, glicemia capitar, cuidados com a saúde e beleza da mulher, orientações sobre o combate ao Aedes aegypti, doenças parasitológicas, importância da amamentação, educação alimentar e prevenção do câncer de mama, entre outros temas.

A enfermeira e professora Verônica Araújo orienta os alunos do 1º período que desenvolveram o tema SOS MUlher. (Foto: Lucianna Araújo)

A enfermeira e professora Verônica Araújo (no centro da foto) orienta os alunos do 1º período que desenvolveram o tema SOS Mulher. (Foto: Lucianna Araújo)

Antônio Fernandes, que faz parte da administração do Cesmac, disse que o objetivo de toda a ação é reutilizar o trabalho entre a pesquisa e extensão da faculdade, buscando essa relação da comunidade acadêmica com a sociedade civil organizada de Palmeira dos Índios. “Esse ambiente foi escolhido pelo conselho superior da faculdade, fazendo com que toda a ação traga promoção de gestão e também ofereça para a população as ações ofertadas pelos cursos da universidade, como os cuidados com a saúde, as questões jurídicas voltadas para as relações de consumo e audiências, e levar um pouco de base para a economia familiar, como estruturação financeira da família e recondução do que não utilizamos mais em casa e transformarmos isso em algo que seja viável e traga rentabilidade para a família. É preciso, também, termos o olhar da cultura de preservar, cultivar e manter a permanência do meio ambiente. Preservação, saúde e gestão têm tudo a ver com questão jurídicas, pois elas instituem as leis”, destacou.

Antônio Fernandes e sua equipe. (Foto: Lucianna Araújo)

Antônio Fernandes (o terceiro da esquerda para a direita) e sua equipe. (Foto: Lucianna Araújo)

Na parte da ação jurídica, a juíza Carolina Valões Coêlho, titular da 4ª Vara Criminal de Palmeira dos Índios, sua equipe e alunos do 7º período de Direito do Cesmac, realizaram 37 audiências com acusados de crimes de médio potencial ofensivo, cuja pena mínima seja de até um ano, como crimes de furto simples, receptação simples e embriaguez ao volante. “São delitos desta natureza. O objeto é reduzir o número de processos que aguardam nas filas para a realização de processos. Hoje temos 500 processos aguardando designação de audiência e o objetivo é antecipar  e reduzir o tempo que esses processos continuariam nessas filas, e colocar os alunos do 7º período do Cesmac Sertão na vivência do que seja a prática de audiências  criminais. Estamos realizando pela primeira vez essa parceria com o  Cesmac, que não contou com a participação do Tribunal de Justiça de Alagoas”, declarou a juíza.

A juíza da 4ª Vara Criminal de Palmeira dos Índios Carolina Valões. (Foto: Lucianna  Araújo)

A juíza da 4ª Vara Criminal de Palmeira dos Índios Carolina Valões. (Foto: Lucianna Araújo)

O evento será encerrado às 17h e acontece em frente à igreja Catedral de Palmeira dos Índios.

Compartilhe:
Tags: ,,,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com