quarta-feira, 22 de Maio de 2019

Notícias

In:

CSA x Voltaço: árbitro da final defende “jogo limpo” e promete “deixar seguir”

Por Redação com GE/AL

Antônio Santos Nunes (Foto: Renan Morais)

Pulso firme e disciplina. Esta é a mensagem que Antônio Santo Nunes,piauiense escalado para apitar a final da Série D, passa para os torcedores de CSA e Volta Redonda, protagonistas da decisão do Campeonato Brasileiro, às 21h de sábado, no estádio Raulino de Oliveira, na Cidade do Aço. Com 16 anos de experiência no quadro da CBF, Nunes disse que pretende priorizar o espetáculo dentro de campo e que não vai deixar o jogo correr quando for necessário intervir. Os paulistas Anderson José de Moraes Coelho e Herman Brumel Vani serão os auxiliares no jogo de volta da decisão. Na ida, Azulão e Voltaço ficaram no empate sem gols.

– Ao longo da minha carreira eu fui mais disciplinador. Violência não tem mais espaço no meio do futebol, não é visto com bons olhos nem por imprensa, torcedores, dirigentes. A gente sabe dos ânimos acirrados dentro do jogo. Quando é limpo, numa disputa leal, a gente deixa seguir, mas quando é jogada mais dura, que bota em risco a integridade física dos envolvidos, a gente tem que estar chamando a atenção – defende ele.

Por ser uma final, a expectativa é que o estádio Raulino de Oliveira esteja lotado de torcedores empurrando o Voltaço, time da casa. A pressão, muitas vezes, também vai para cima do árbitro, algo que pode influenciar em apitar ou não em alguma jogada mais polêmica. Contudo, Antônio Nunes garante que isto não deve o afetar. Casa cheia, para ele, é vantagem.

– Apitar com casa cheia deixa a gente mais ligado no jogo, focado. Na grande maioria das vezes é muito bom. Às vezes, você fica confortável no jogo, dá uma relaxada, e na arbitragem você não pode perder o foco. Com a torcida com aquele incentivo, ou vaiando a torcida adversária, te mantém ligado. Se você estiver concentrado, isso não é problema, só te deixa mais focado – analisa.

Finalista, o Volta Redonda precisou despachar o Moto Club na semi para entrar na briga direta pela taça. Por ter melhor campanha, o clube carioca decide em casa os 90 minutos finais da decisão. Uma das principais forças de Alagoas, o CSA bateu Parnahyba, Altos, Ituano (jogo do acesso) e São Bento antes de chegar à final. 

 Volta Redonda x CSA (Foto: GloboEsporte.com)

(Foto: GloboEsporte.com)

Compartilhe:
Tags: ,,,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com