sábado, 20 de julho de 2019

Notícias

In:

Juiz determina retirada de pesquisa eleitoral falsa em Palmeira dos Índios

Por Roberto Gonçalves
Juiz Geneir Marques/ Reprodução/ Blog Roberto Gonçalves

Juiz Geneir Marques/ Reprodução/ Blog Roberto Gonçalves

Juiz eleitoral acatou representação do diretório municipal do PMDB pelo fato da pesquisa ser irregular e fraudulenta

A publicação de uma pesquisa irregular e fraudulenta sem o devido registro na Justiça Eleitoral, veiculada nas páginas do face book dos candidatos a prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar (PSB) Thales Targino (PRTB) e do fotojornalista Edson Silva, motivou o juiz eleitoral da 10ª Zona daquela cidade, Geneir Marques de Carvalho Filho, decidir acatar a representação do PMDB diretório municipal de Palmeira dos Índios, contra a divulgação da falsa pesquisa eleitoral onde o candidato Júlio Cezar estaria com 45% de intenção de votos, Sheila Duarte (PT) com 26%, Verônica Medeiros (PMDB) 20% e Flávio Targino (PRTB) 6% para as eleições municipais deste ano na “Princesa do Sertão”.

De acordo com a representação, a divulgação de pesquisa eleitoral é irregular e fraudulenta, por não ter sido registrada pela Justiça Eleitoral. Diante do fato irregular neste dia em que é iniciada a campanha eleitoral 2016, o juiz determinou a imediata suspensão da publicação e divulgação, por qualquer meio, de notícias alusivas a referida pesquisa falsa e irregular.

O magistrado determinou que assim que fosse notificado, as publicações devem imediatamente retiradas das páginas dos responsáveis pela publicação sob pena de multa no valor de R$ 10 mil reais por cada ato transgressor. Ficou determinado ainda que o candidato divulgasse também em sua página de facebook a cópia da decisão nos próximos cinco dias.

Além do vereador Júlio Cezar, Thales Targino e o fotojornalista, Edson Silva também foram citados e notificados por terem compartilhado a pesquisa em suas páginas na rede social, ficando assim, sujeitos as penalidades impostas pela Lei Eleitoral. Porém, foi observado que Thales Targino e Edson Silva já cumpriram com a determinação judicial e já fizeram a publicação da decisão da Justiça em suas páginas no Facebook.

Compartilhe:
Tags: ,,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com