sexta-feira, 19 de julho de 2019

Notícias

In:

Casal apresenta a Conselho PPP de esgotamento sanitário para Maceió

Por Ivan1

O Conselho de Parceria Público-Privada (PPP) avaliou, nesta quarta-feira (13), o projeto de PPP para esgotamento sanitário da parte alta de Maceió, por meio do qual cerca de R$ 130 milhões serão investidos para beneficiar os bairros do Tabuleiro dos Martins, entorno do Benedito Bentes, Clima Bom, Colina dos Eucaliptos, Santa Lúcia, Rosane Collor e Cidade Universitária, atendendo a uma população de 300 mil habitantes.
Durante reunião conduzida pelo secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otávio Gomes, na sede da Seplande, o presidente da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), Álvaro Menezes, fez um detalhamento do projeto.reuniaocasal.jpg
Primeiro, ele falou da situação atual de abastecimento de água e esgotamento sanitário de Maceió e destacou que o objetivo da companhia, em consonância com o Governo do Estado, é garantir a universalização do saneamento. Atualmente, mais de 95% de Maceió têm abastecimento de água da Casal, enquanto 36% dispõem de esgotamento sanitário.
Por meio da PPP, ao longo de quatro anos, poderão ser realizadas mais 35 mil ligações prediais à rede coletora, construídos mais 166 quilômetros de rede e duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) do tipo sedundário. O prazo da parceria será de 30 anos e inclui, conforme a lei, a execução das obras e serviços correspondentes e operação, manutenção, controle operacional e comerciais.
Na oportunidade, o secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman, destacou a necessidade da PPP de esgotamento sanitário e fez referência às obras da PPP do Agreste para melhoria do abastecimento de água de 10 municípios da região, incluindo Arapiraca, destacando que a utilização das PPPs e locação de ativos, mais os recursos do PAC, deixaram garantidos R$ 640 milhões para implantação de obras de esgotamento sanitário.
Com a contratação desses serviços e da obra, o percentual de atendimento à população de Maceió atinge os 60% com tratamento, sendo fundamental para alcançar a meta de 80% em dezembro de 2018, que se complementará com outros contratos da Caixa Econômica e da Seinfra.

Compartilhe:
Tags: ,

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com