quarta-feira, 24 de Abril de 2019

Notícias

In:

Adeal alerta pecuaristas para vacinar o gado contra a febre aftosa

Por Ivan1

A Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) reuniu nesta quarta-feira (13) representantes de 15 unidades locais para avaliar os primeiros dez dias da campanha de vacinação contra a febre aftosa.  Para o presidente da Agência, Marcelo Lima, os pecuaristas precisam ficar atentos para não deixar Alagoas perder o status de estado livre da aftosa com vacinação.Marcelo Lima
A campanha, que começou no dia 1º até no dia 30 de novembro, terá sua divulgação ampliada. “Acreditamos que os pecuaristas tem se confundido com o calendário de vacinação. Já que este ano a primeira dose da vacina, devido à seca, foi postergada de abril para julho. Mesmo com a mudança, a segunda dose foi mantida no mês de novembro”, destacou o presidente da Agência.
Para Marcelo Lima, essa mudança causou dúvida entre os proprietários rurais. “Alertamos a todos que o estado, mesmo sendo agora uma zona livre de aftosa, é muito importante continuar vacinando o gado. A vacinação é obrigatória”.
Em todo o estado existem 50 postos de venda cadastrados pela Adeal. O estoque é de 1 milhão e 300 mil doses, mais do que suficiente para vacinar todo o rebanho alagoano estimado em 1 milhão e 223 mil cabeças.  Cada dose da vacina custa ao pecuarista R$ 1,40 por animal.
Outro ponto importante destacado pelo presidente da Adeal é a necessidade do produtor declarar o rebanho vacinado. “Para fazer isso ele precisa apresentar, no prazo de 15 dias após o término da campanha, a nota fiscal da compra das vacinas”.

    GTA Eletônica

Para transportar um animal de uma fazenda para outra o criador precisa informar à Adeal. Isso pode ser feito desde setembro de 2013 por meio da Guia de Transporte Animal (GTA/Eletrônica). “O objetivo é monitorar a saída dos animais. Digamos que exista um foco, a GTA será um instrumento eficaz para detectar a doença e exterminá-la rapidamente”, explicou Marcelo Lima.
“Todos os pecuaristas possuem um cadastro na Agência onde é informado o número de cabeças de gado vacinado. No caso de venda do rebanho para outro produtor o sistema transfere também as informações do cadastro. Até o dia 31 de dezembro devemos está com 100% dos municípios utilizando a GTA eletrônica”.
Marcelo Lima informou ainda que no início do próximo ano chegará a Alagoas uma delegação da Organização Internacional de Epizótias (OIE). O estado será avaliado pela instituição e poderá passar para o estágio de zona livre da febre aftosa com vacinação. “Para isso não podemos baixar a guarda nesta hora e perder o prazo de vacinação”.

Compartilhe:
Tags:

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com